Diário de São Paulo
Siga-nos
Cancelados

Pais de bebê de 4 meses recebem duras críticas após divulgarem procedimento a laser do filho

O procedimento foi para retirar uma marca de nascença

Bebê nasceu com doença rara - Imagem: Instagram @portalr7
Bebê nasceu com doença rara - Imagem: Instagram @portalr7

Publicado em 26/07/2022, às 13h05 João Perossi


Os pais do bebê Kingsley enfrentam duras críticas na internet australiana. Isso porque o bebê deles, de 4 meses, nasceu com uma grande marca de nascença no rosto, condição que médicos chamam de "mancha de vinho". 

A mancha é geralmente inofensiva, mas quando localizada no rosto pode ser associada a glaucoma e também a uma doença chamada Síndrome de Sturge Weber, que pode causar convulções e outros desvios neurológicos.

Os médicos informaram que o bebê possuia propensão a desenvolver tais doenças, portanto os pais Brooke Atkins, de 33 anos, e Kewene Wallace, de 27 anos, resolveram remover a marca do bebê com um procedimento a laser.

O casal postou comemorando o sucesso do procedimento, que correu como deveria e não deixou nenhuma sequela na criança, mas alguns seguidores criticaram os dois, afirmando que isso deveria ser de escolha da criança, e que ela era muito nova para passar por um procedimento estético. 

Já outros internautas, bem mais sensatos, entenderam que era uma questão de saúde, e que o casal fez o melhor para o filho ao impedir que a marca danificasse a pele do bebê.

Compartilhe