Diário de São Paulo
Siga-nos
feminicídio

Mulher é morta aos tiros ao lado dos filhos no Rio de Janeiro

O principal suspeito do crime é o ex-marido, que segundo relatos, já tinha tentado mata-la dois meses antes

Mulher é morta aos tiros ao lado dos filhos no Rio de Janeiro - imagem: reprodução Extra Online
Mulher é morta aos tiros ao lado dos filhos no Rio de Janeiro - imagem: reprodução Extra Online

Publicado em 26/07/2022, às 19h50 Fernanda Viana


A cabeleireira Sarah Jersey Nazareth Pereira, de 23 anos, foi morta a tiros dentro de casa ao lado dos dois filhos, na madrugada desta terça-feira (26) no Centro do Rio.

O principal suspeito do crime é o ex-marido da vítima, Queven da Silva e Silva, de 26 anos. Ele possui 47 anotações criminais, incluindo roubo, tráfico de drogas e homicídio, e estava foragido da Justiça do Rio desde 2016. 

Sarah já foi encontrada morta por peritos da Polícia Civil junto com 16 cápsulas de pistola.

Ao entrar na casa, onde Sarah morava com o filho de dois meses e o outro de 4 anos, Queven atirou diversas vezes contra a mulher, que morreu na hora, por volta das 4h20.  O Corpo de Bombeiro foi acionado pouco depois, às 4h35, por vizinhos. As crianças estavam em outro cômodo e não foram feridas.

Há aproximadamente dois meses o assassino já teria tentado matar a ex-companheira com uma facada no pescoço. 

Queven foi preso ainda na manhã desta terça-feira por uma equipe do Bairro Presente durante patrulhamento nas imediações do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa. Uma equipe o encontrou amarrado por traficantes na região onde morava e para onde fugiu.

Compartilhe