Diário de São Paulo
Siga-nos
Caso Bruno Krupp

Em vídeo, Bruno Krupp 'debocha' de lei seca durante blitz três dias antes de atropelar e matar adolescente

O modelo gravou a situação e divulgou nas redes sociais

Em vídeo, Bruno Krupp 'debocha' de lei seca e tem moto apreendida no RJ - Imagem: reprodução Instagram
Em vídeo, Bruno Krupp 'debocha' de lei seca e tem moto apreendida no RJ - Imagem: reprodução Instagram

Publicado em 05/08/2022, às 15h02 Vitória Tedeschi


O modelo Bruno Krupp, preso por atropelar e matar João Gabriel, de 16 anos, no Rio de Janeiro, debochou de blitz daLei Seca três dias antes do acidente. A vítima perdeu a perna na hora e morreu no hospital. O influenciador digital foi preso, além da tragédia, Bruno pilotava a moto sem habilitação e acima do limite permitido, de 60km/h. 

No vídeo que recentemente tem circulado nas redes sociais, Krupp ironiza a blitz para impedir que motoristas que tenham ingerido bebida alcoólica sigam na direção.

Hoje eu me f*di. Na moral, mano. Eu amo Lei Seca. Eu amo. Amo. Já é?! Vamos ver qual vai ser o desenrolado da melhor forma, demorou?! Tamu junto... Os dois lados da pista. Vem, amor, vem brincar, vem brincar. Vambora!”, ironizou.

Nessa blitz, Bruno se recusou a soprar o bafômetro e recebeu multas por pilotar a moto sem placa nem habilitação.

Ao contrário do que afirmou nesta quarta-feira (3) o advogado de Bruno Krupp, o modelo e influenciador não tem habilitação para pilotar motos.

“Ele só não tinha habilitação ainda porque o Detran, salvo engano, já tinha aferido a carteira dele. Ele só não tinha pego a carteira ainda”, disse William Pena, que representa Bruno, na porta do hospital.

A TV Globo apurou que o modelo nem sequer fez a prova prática do Detran para motos. Bruno apenas foi aprovado no exame teórico e ainda precisava cumprir a carga horária mínima de aulas de pilotagem nas ruas.

Veja vídeo grava por Bruno Krupp:

Compartilhe