Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Política

Família de deputada Isa Penna é alvo de ataques após parlamentar registar boletim por ameaça de morte e estupro

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

A deputada estadual Isa Penna (PSOL-SP) relatou nesta sexta-feira (4), em vídeo publicado nas redes sociais, que sua família foi alvo de ataques em um novo e-mail de ameaça recebido por ela na terça-feira (1°). Na mensagem, o endereço dos pais da parlamentar foi divulgado.

“Recebi mais uma ameaça em meu e-mail oficial. A primeira foi no dia dia 27 de janeiro de 2022. E esta nova denúncia, foi no dia 1° deste mês de fevereiro. E com o mesmo padrão da ameaça. Porém, desta vez, o endereço de meus familiares foi divulgado como alvo de ataque”, afirmou.

Por conta do novo ataque, a parlamentar disse ter atualizado o boletim de ocorrência que havia registrado no dia 27. Na ocasião, Isa Penna tinha denunciado as mensagens com ameaças de morte e estupro que recebera.

“As medidas legais foram tomadas: o boletim de ocorrência foi atualizado, fiz um pedido de proteção parlamentar na ALESP, encaminhei a denúncia para o Conselho Nacional de Direitos Humanos, medidas de segurança orientadas pela ONG Terra De Direitos – especializada no atendimento e assistência aos defensores de direitos humanos, também foram tomadas. Além disso, conversei com o Delegado Geral da Polícia Civil do Estado de SP”, relata ela na gravação.

No primeiro e-mail, o criminoso ameaça de “golpear o crânio” da parlamentar com um “martelo ordinário” e estuprá-la em seguida. Por fim, ele ameaça de “cortar a cabeça fora”. A ocorrência foi registrada na delegacia da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Na semana passada, a Polícia Civil determinou que a denúncia feita por Isa Penna fosse encaminhada para a Divisão de Crimes Cibernéticos, onde serão apurados os crimes de ameaça e injúria.

Na postagem, a deputada afirma que por orientação das entidades consultadas, suspendeu as agendas públicas, que serão realizadas em sigilo.

.

.

.

.

.G1

mais lidas