Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Colunistas

Sustentabilidade e boas práticas, um legado da Alesp

Publicado

em

Sustentabilidade e boas práticas, um legado da Alesp

Por Julinho Ramos*

Sustentabilidade e boas práticas, um legado da Alesp

 

 

No ano em que o mundo discute as mudanças climáticas e os danos que elas têm causado às nossas comunidades, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo também tem muito o que mostrar. Por meio de uma gestão eficiente, muitas ações importantes têm sido implementadas. Conseguimos economizar recursos, enxugar contratos, modernizar a gestão administrativa, dar mais transparência às atividades, inclusive recebendo o selo do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção. Mas hoje o assunto é sustentabilidade e o legado que queremos deixar para as próximas gerações. A Alesp também está atenta às práticas sustentáveis e adotou medidas que contribuem para o meio ambiente.

 

Em 18 de novembro, lançamos o Programa “Alesp Preserva”, o maior pacote sustentável da história do legislativo paulista, com ações que vão desde a parte de infraestrutura até atitudes que estão no nosso dia a dia. Iniciamos o programa com a implantação de cinco vertentes: neutralização de carbono, energia limpa, captação de água de chuvas, Alesp 100% sem papel e educação.

 

Com o projeto Carbono Zero, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e do Meio Ambiente, vamos plantar 20 mil árvores e neutralizar a emissão total de carbono de três anos – 2020, 2021 e 2022. Para que isso fosse possível, realizamos um levantamento entre servidores e parlamentares, que considerou aspectos como os deslocamentos das pessoas até o trabalho e o tipo de transporte utilizado, apontando a emissão de 1,7 mil toneladas de gás poluente na atmosfera. Em razão do programa, passaremos a integrar a comunidade de lideranças a favor da preservação ambiental e combate às mudanças climáticas, por meio da adesão ao Acordo Ambiental de São Paulo, firmado na COP 21 (Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas), em Paris.

 

Tanto para a Energia Limpa, como para a Captação da Água e consumo consciente, iniciamos a avaliação de toda a estrutura hidráulica e de instalação de painéis fotovoltaicos para geração de eletricidade no Palácio 9 de Julho, sede do Legislativo paulista. Concluído o estudo, avançaremos para implantação de sistema de utilização de água da chuva, com captação, armazenamento e distribuição. Todas essas ações vão gerar economia de recursos públicos e, mais do que isso, economia de recursos naturais.

 

Outra meta da Alesp é eliminar, até o final de 2022, o uso do papel. Para isso, firmamos parcerias e fizemos investimentos em softwares de gestão para eliminação do papel na atividade legislativa. Além disso, o Parlamento paulista trocou sua frota antiga de veículos por locação de carros novos que emitem menos gases poluentes. Diversas campanhas internas, de redução de consumo de água e energia, e impressão, também estão em prática.

 

A nossa missão continua! Somos o maior parlamento da América Latina. Abordamos assuntos pertinentes ao futuro das próximas gerações e trabalhamos para dar exemplo e ajudar nosso estado a ser maior e mais desenvolvido.

 

____________

*Julinho Ramos, ex-vereador e atual Secretário Geral de Administração da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

mais lidas