Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Colunistas

Reinaldo Polito: Um livro que ensina como é fácil escrever bem

Publicado

em

Reinaldo Polito: Um livro que ensina como é fácil escrever bem

Escrever se aprende escrevendo. Talvez eu seja um exemplo dessa máxima. Levei nove longos anos para escrever o meu primeiro livro. Cada vez que voltava ao texto encontrava palavras repetidas, frases truncadas, inconsistências estruturais. Refazia uma, duas, até dezenas de vezes. Só pude descobrir os deslizes que cometia porque tive um preparo que me ajudou a abrir os olhos. Ter sido aluno da professora Yolanda Teixeira Monteiro, lá nos primeiros anos escolares, ainda no curso ginasial, foi um privilégio e também a tábua de salvação. Ela era rigorosa. Ensinava a teoria, aplicava exercícios, corrigia e mandava refazer – em todas as aulas.

Depois veio a prática. Escrevi 34 livros e mais de mil artigos. Essa experiência persistente e disciplinada de escrever todos os dias é que dá ao escritor o traquejo de que ele precisa para buscar excelência em sua produção. É por esse caminho árduo, e ao mesmo tempo prazeroso, que alguém se identifica com determinado estilo, encurta distância para chegar ao leitor e aprende que a tela branca do computador, por mais que insista em permanecer vazia, uma hora ou outra será preenchida com boas ideias.

Esse é um aprendizado que não tem ponto final. Quem escreve descobre a cada dia como reduzir um texto sem comprometer o conteúdo, ou, ao contrário, como esticá-lo sem parecer prolixo. É nesse fazer e refazer que o escritor percebe que não deve usar duas palavras quando puder se valer de apenas uma. É nessa insistência que entende os rumos que levam sua mensagem com mais facilidade ao coração e à mente dos leitores.

Onde buscar orientação para aprender a escrever textos de qualidade? Há livros excelentes que podem nos ajudar. Um deles é “Você na era + Digital, com uma redação mais eficaz e mais interativa”, escrito pelas professoras Edna Maria Barian Perrotti e Valéria Fraga. Elas são do ramo. Especializaram-se na elaboração, edição e revisão de textos. Não existe nada mais atual que a obra lançada por elas. Não importa se você está dando os primeiros passos nessa arte, ou se já percorreu um longo caminho escrevendo livros e artigos. Tenha certeza de que irá encontrar os ensinamentos que procura. Ah, e talvez até se surpreenda ao se deparar com sugestões que nem imaginava precisar.

Reinaldo Polito: Um livro que ensina como é fácil escrever bem

As professoras usaram toda a experiência de longos anos em sala de aula para pegar o leitor pela mão e permitir que aprenda o conteúdo de cada capítulo de maneira lúdica, confortável e permanente. A diagramação da obra faz com que o leitor associe cada matéria às ilustrações para que ele se lembre sempre com tranquilidade de tudo o que aprendeu. Elas mostram, por exemplo, que para escrever bem é preciso aprender a ler. À medida que uma pessoa passa a dominar os segredos da boa redação, sente que, para elaborar seus textos, precisa de conteúdo, e que essas informações são assimiladas com a leitura de bons livros.

Insistem também na atenção que deve ser dada à coerência e à coesão do texto. Mostram como todas as partes de uma redação precisam guardar interdependência para que tenham sentido da primeira à última linha. Se o escritor não agir assim, truncará a fluência do texto e prejudicará a compreensão do leitor. E tudo com exemplos claros, do dia a dia, para que a teoria seja vista imediatamente na sua aplicação prática.

Você terá um roteiro completo para um amplo aprendizado, especialmente para redigir na era digital, o mais importante meio utilizado nos dias de hoje para a produção de textos. E quem ainda não estiver totalmente familiarizado com os termos mais recentes da web, terá um passo a passo para se inteirar definitivamente do significado de persona, target, framework e outros que estão constantemente à nossa volta. Quando lemos uma palavra aqui e ali temos a tendência de julgar que já conhecemos o seu significado, mas se precisarmos explicar o conceito, dificilmente saberemos a resposta. Por isso, elas mostram de maneira simples o que é preciso conhecer.

Ensinam também que a linguagem deve ser correta, mas que precisa se adaptar a cada situação social. O escritor não vai violentar o seu estilo, mas deve saber que cada leitor terá uma percepção peculiar do que estiver lendo. Quem dominar esse processo de adaptação saberá exatamente o que dizer a cada tipo de leitor.

Vale a pena ter esse livro não só para a leitura de cada um de seus capítulos, mas também como fonte de consulta permanente para tirar as dúvidas que vão surgindo.

mais lidas