Diário de São Paulo
Siga-nos

Ciclista de 31 anos morre atropelada em avenida da Zona Oeste de São Paulo

Imagem Ciclista de 31 anos morre atropelada em avenida da Zona Oeste de São Paulo

Publicado em 18/06/2022, às 00h00 - Atualizado às 20h28 Redação


Acidente ocorreu na avenida Jaguaré; testemunhas afirmaram que Kelly Pinto da Silva caiu após ser atingida por um carro e, na sequência, foi atropelada por outro veículo

Uma ciclista de 31 anos morreu após ser atropelada na Avenida Jaguaré, Zona Oeste de São Paulo. Kelly Pinto da Silva foi velada nesta sexta-feira (17) em Itapecerica da Serra e será sepultada neste sábado (18) no estado de Mato Grosso, onde mora a família.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Kelly estava na Ponte do Jaguaré na quinta-feira (16), quando sofreu uma queda. Na sequência, ela foi atropelada por um motorista, que prestou socorro. Ela chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda conforme a SSP, testemunhas informaram que a queda foi causada pelo motorista de outro veículo que, após o acidente, fugiu do local.

Foram solicitados exames periciais e o caso registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor e fuga de local de acidente.

Ciclista ativa

Kelly Pinto da Silva morreu atropelada na Zona Oeste de São Paulo — Foto: Reprodução/Instagram

Kelly Pinto da Silva morreu atropelada na Zona Oeste de São Paulo — Foto: Reprodução/Instagram

Kelly costumava participar de campeonatos e a pedalar com o grupo de ciclismo “Pedal 3 Dígitos SP”. Nas redes sociais, o grupo lamentou a morte da ciclista.

“Nossa eterna campeã. Nós do pedal 3 dígitos assim como nossos irmãos dos demais pedais solidarizamos com a perda da nossa amiga, companheira e atleta @kellyypinto muito querida por todos. Sempre alegre, sorridente e feliz. Assim como todos nós amava pedalar, não tinha tempo ruim pra ela, podia ser na chuva, frio, sol, terra ou asfalto, ela sempre estava lá”.

“Competitiva, começou a disputar provas, sempre representando nossa equipe e levando ao pódio. Fazíamos a festa e isso a deixava cada vez mais feliz. Estava focada, treinando cada dia mais, até que veio essa noticia triste que ninguém quer acreditar. Um acidente onde ela foi atropelada após uma queda ocasionada por um veículo a sua frente, relato do motorista e uma testemunha no local, mas a certeza era que se esse motorista estivesse atento a direção. Poderia ter evitado o acidente, infelizmente uma perda irreparável para todos nós, que Deus conforte o coração da família os pais”.

G1
Compartilhe