Diário de São Paulo
Siga-nos
Eleições 2022

Rodrigo Amorim x Marcelo Freixo: encontro no RJ termina em briga

O conflito aconteceu durante uma caminhada na Praça, Saens Peña, na Barra da Tijuca

Rodrigo Amorim ficou conhecido na campanha eleitoral de 2018 ao quebrar uma placa com o nome da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) - Imagem: reprodução Twitter @elikatakimoto
Rodrigo Amorim ficou conhecido na campanha eleitoral de 2018 ao quebrar uma placa com o nome da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) - Imagem: reprodução Twitter @elikatakimoto

Publicado em 17/07/2022, às 08h14 Vitória Tedeschi


Na manhã do último sábado (16), militantes do Partido dos Trabalhadores (PT) registraram uma queixa à polícia, na qual relatam uma agressão por parte do deputado estadual bolsonarista Rodrigo Amorim (PTB) e seus assessores durante uma caminhada na Praça, Saens Peña, na Barra da Tijuca, barro da Zona Norte do Rio de Janeiro. O caso foi registrado na 19ª DP (Tijuca) como ameaça e injúria.

Entre os presentes, estavam o pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo (PSB), e pré-candidatos do PT a deputado estadual. Freixo, foi quem denunciou o episódio onde relata ter sofrido intimidação e ameça

Pelas redes sociais, o pressebista contou que estava no local para visitar uma feira de artesanato e conversar com feirantes e artistas sobre o Rio de Janeiro, quando a equipe dele foi surpreendido pelo deputado “ligado ao governador Claudio Castro e ao presidente Jair Bolsonaro

Freixo ainda contou que Rodrigo Amorim estava acompanhado de mais 10 homens armados "que foram para cima das pessoas, crianças, mulheres e idosos com muita violência, ameaçando e dizendo que ali não era lugar que a gente tivesse”, declarou em vídeo.

Confira depoimento:

Em seguida, foi a vez de Rodrigo Amorim registrar queixa, na mesma delegacia, contra injúria e difamação. O deputado alegou que sofreu ataques de “militantes de esquerda”, que começaram a atacá-lo, proferindo ofensas contra ele e sua família.

A assessoria do deputado Amorim nega que tenha havido algum episódio de violência física no local.

O parlamentar afirma que estava com apoiadores na Praça Saens Peña, como ponto de encontro para um evento do PTB em São Cristóvão, bairro próximo, quando uma equipe do deputado Marcelo Freixo teria começado a ofender as famílias do parlamentar estadual e do presidente da República.

Veja vídeo do momento do desentendimento:

Compartilhe