Diário de São Paulo
Siga-nos
Benefícios

Governo realizará “revisão de benefícios temporários”, diz ministro da Previdência

A checagem de validade dos benefícios não é feita desde 2019

A checagem de validade dos benefícios não é feita desde 2019 - Imagem: Reprodução / X / @Metropoles
A checagem de validade dos benefícios não é feita desde 2019 - Imagem: Reprodução / X / @Metropoles

Gabriela Thier Publicado em 05/07/2024, às 15h12


O governo anunciou nesta sexta-feira (5) que fará uma revisão na validade dos benefícios temporários a partir do mês de agosto deste ano, como o auxílio por incapacidade temporária (auxílio doença) por exemplo.

A declaração foi feita pelo ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, que explicou que a revisão destes benefícios deveria acontecer a cada dois anos, porém, não foi feita desde 2019.

"Todo mundo que tem mais dois anos de benefício, que não é o permanente, é o temporário, ele tem necessidade de fazer um novo exame para saber se ele continua tendo aquele direito. Então isso já está começando a ser organizado. Isso vai dar em torno de 800 mil pessoas, um pouquinho mais, um pouquinho menos, que poderão ter que fazer essa nova perícia para confirmar o nosso benefício", afirmou o ministro.

O processo de revisão será gradativo e nem todos os beneficiários precisarão realizar a perícia de forma presencial. Com isso, o governo busca  liberar espaço no orçamento para os gastos desnecessários dos ministérios e tentar cumprir a meta deste ano de zerar o déficit das contas públicas.

Compartilhe  

últimas notícias