Diário de São Paulo
Siga-nos
Campanha

Eleições 2022: André Janones desiste de candidatura à presidência e revela qual político vai apoiar

Anúncio foi feito nesta quinta-feira em uma live

André Janones, membro da Câmara dos Deputados pelo Avante - Imagem: Reprodução/Facebook
André Janones, membro da Câmara dos Deputados pelo Avante - Imagem: Reprodução/Facebook

Publicado em 04/08/2022, às 18h42 Mateus Omena


O deputado André Janones (Avante - MG) desistiu oficialmente de sua candidatura à Presidência da República. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (4) em uma live.

Em meio a transmissão, o político declarou que vai apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas Eleições 2022.

Janones informou também que deseja que seu partido faça coligação formal com a chapa presidencial encabeçada pelo PT.

Ele e Lula se reuniram na tarde desta quinta-feira (4), em São Paulo, para fazer uma live nas redes sociais. Eles apareceram juntos na nova sede da campanha do PT, em Higienópolis, bairro nobre da capital.

O encontro funcionou como uma formalização de conversas que vinham ocorrendo há alguns dias. O deputado já tinha indicado que tomaria a decisão de apoiar o ex-presidente. “A partir desse momento, [a candidatura] está unificada e passa a ser representada pela candidatura do presidente Lula”.

Os dois políticos também discutiram suas propostas a serem incorporadas ao programa lulista.

Durante a transmissão, ficou acertado que Janones vai integrar o núcleo de redes sociais da campanha. O deputado obteve popularidade ao realizar transmissões ao vivo durante a greve dos caminhoneiros, em 2018.

Na mais recente pesquisa Datafolha, divulgada na semana passada, Janones marcou 1% nas intenções de voto.

A notícia representou um grande alívio para o petista, pois conquistar o apoio de Janones era um dos objetivos da campanha de Lula, que almeja vencer as eleições ainda no primeiro turno. Além disso, Janones é de Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do país, fator que pode ser vantajoso para o ex-presidente.

Por outro lado, Janones explicou nos últimos dias que as duas principais condições que colocaria para o ex-presidente Lula em troca do apoio eram: Auxílio Brasil permanente de R$ 600 e mais investimentos no SUS para tratamento de saúde mental.

Carreira política

Nascido em Ituiutaba, Minas Gerais, André Janones, 38 anos, ganhou destaque nas redes sociais ao realizar transmissões ao vivo durante a greve dos caminhoneiros em maio de 2018. No mesmo ano, ele se elegeu como o terceiro deputado mais votado em Minas Gerais, com 178 mil votos.

A sua candidatura à Presidência da República pelo Avante foi lançada oficialmente em 23 de julho. Na época, o deputado chegou a dizer que poderia ser um “caminho” para evitar uma “eleição do ódio”, na qual os dois principais rivais são Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Antes de chegar ao Avante, Janones passou por três partidos, entre eles o PT. Segundo a certidão de filiação do TSE, o deputado passou pelo PT (2003-2015), PSC (2015-2018) e Democracia Cristã (por uma semana em 2018) e Avante (2018-até o momento).

Compartilhe