Diário de São Paulo
Siga-nos
Grave!

Engenheiros apontam falha humana no acidente em show de Hong Kong

Acidente durante show da banda Mirror deixou dois integrantes em estado grave

Acidente durante show da banda Mirror deixou dois integrantes em estado grave - Imagem: Instagram @mirror.weare
Acidente durante show da banda Mirror deixou dois integrantes em estado grave - Imagem: Instagram @mirror.weare

Publicado em 30/07/2022, às 16h18 João Perossi


Um acidente grave ocorreu durante o show da boyband Mirror, em Hong-Kong, na última noite de quita-feira (28). A apresentação, que ocorria na arena Coliseu, foi interrompida quando um dos telões que estavam suspensos acima do palco cedeu, caindo em cima de dois integrantes.

Enquanto os socorros a Mo Lee Kai-yin, de 27 anos, e Chang Tsz-fung, de 29 anos, eram feitos, engenheiros ouvidos pela South China Morning Post faziam constatações sobre o acidente. Segundo a publicação, a investigação oficial concluiu um dos dois cabos de aço que sustentavam o telão se rompeu, o que causou a queda.

Porém, especialistas ouvidos pelo jornal chinês afirmaram que apenas um dos cabos já teria força suficiente para aguentar um telão. Louis Szeto Ka-sing, ex-presidente do Instituto de Mecânica de Hong Kong, contou que cada cabo utilizado deveria ser suficiente para aguentar o peso completo do telão e mais uma margem de 25% da força.

O engenheiro afirma que o acidente pode ter sido causado por uma falha nas travas das cordas: "O monitor ainda deveria estar suspenso acima do solo (se a trava estivesse funcionando corretamente). Devem haver algumas (travas de segurança) que possam controlar a queda, já que um dos cabos e fios de metal ainda estava preso à tela quando caiu. Mas você pode ver que caiu direto", afirmou.

Já para Lo Kok-keung, engenheiro da Universidade Politécnica de Hong Kong, o acidente ocorreu por descaso da organização: "Eles deveriam ter adicionado uma terceira corrente de segurança à tela para evitar possíveis acidentes. Embora não seja exigido por lei, eles deveriam fazê-lo como medidas de proteção extras", Lo contou ao jornal. 

A turnê da banda, que realizava a quarta de 12 apresentações no Coliseu, foi interrompida sem previsão de volta. Mo Lee Kai-yin ainda está na UTI em estado grave, e fãs rezam pela vida do artista.

Compartilhe