Diário de São Paulo
Siga-nos
Futebol

Casagrande detona Neymar ao vivo e explica o motivo: "Patético"

O comentárista não mediu as palavras e explicou porque chamou o jogador de mimado em outras ocasiões

O comentarista ataca Neymar desde 2018, e de lá para cá a situação só vem piorando - Imagem: reprodução Instagram @neymarjr / @wcasagrandejr
O comentarista ataca Neymar desde 2018, e de lá para cá a situação só vem piorando - Imagem: reprodução Instagram @neymarjr / @wcasagrandejr

Publicado em 20/07/2022, às 16h29 Vitória Tedeschi


Quando o assunto é Neymar e Casagrande farpas e mensagens não muito amigáveis já são esperadas. Isso porque desde a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o comentarista não esconde sua opinião - nem sempre afável - sobre a atuação do jogador. 

Dessa vez não foi diferente, em entrevista a TV Bandeirantes, Casagrande detonou o craque brasileiro e explicou o motivo de tê-lo chamado de mimado em outras ocasiões. 

“O mundo acabou, mas eu não estava ofendendo ninguém. Acho que as pessoas não sabem o significado dessa palavra. Mimado é quem não consegue crescer, não faz nada sozinho, não se impõe, não se coloca. Não estou xingando o cara, estou falando de uma característica daquele momento. Ele era mimado mesmo e é até hoje”, desabafou Casagrande que não alivou e continuou atacando o camisa 10 da Seleção Brasileira.

O assunto surgiu quando o assunto foi a Copa do Mundo deste ano, que está chegando e foi citado que, para os que mais acompanham o esporte, a maior esperança seria Neymar. É esperado inclusive que o jogador decida os confrontos importantes que estão por vir a partir do dia 23 de novembro, data em que a Seleção Brasileira estreará no torneio. 

“Ele foi patético. Ao invés de ficar em pé e jogar, só queria cair e rolar. Tanto que virou um meme mundial. De lá para cá, a situação foi piorando. Acredito que o Neymar possa chegar à Copa de 2022 e desequilibrar a favor do Brasil porque ele tem futebol para isso, mas eu não avalio o que eu desejo, e sim o que estou vendo neste momento. E não vejo a seleção pronta", continou Casão.

Por fim, o ex-comentarista do Globo disse esperar que Neymar melhore suas atitudes para essa Copa do Mundo no Catar.O ex-jogador, embora não apoie muitas coisas que Neymar faz dentro de campo e tenha deixado isso explícito na entrevista, disse que o camisa 10 da Amarelinha está buscando dar a volta por cima no PSG.

Compartilhe