Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Política

Coordenador acha que Judiciário quer Lula fora

Publicado

em

Coordenador acha que Judiciário quer Lula fora

Os petistas se preparam para mobilização nacional em defesa da candidatura do líder do partido

Para o coordenador do programa de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-deputado estadual Renato Simões (PT), parte do Judiciário “pode estar acertado de dificultar para o Lula”. Ele disse creditar na Justiça “mas desconfio que o Judiciário não esteja disposto a fazer justiça”. Ele se referia à situação processual de Lula. Simões defende que a candidatura do ex-presidente precisa ser aceita pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Em entrevista ao BOM DIA, Renato Simões insistiu na defesa da candidatura de Lula, apresentando exemplos de outros candidatos que estavam na mesma situação de Lula e conseguiram registrar suas candidaturas. O registro vai acontecer no dia 15 de agosto, segundo Simões.Ele espera que Lula esteja livre até esta data.

MORAL – Sobre a questão moral que envolve a candidatura de alguém condenado em segunda instância e preso, Simões foi enfático: “Os direitos políticos do Lula são mantidos”, observou. Ele citou o senador Aécio Neves (PSDB) e o ex-ministro Geddel Oliveira, também acusados, que segundo ele, não estariam impedidos de disputar eleições.

Para Simões, Lula, mesmo preso ainda tem seus direitos políticos preservados. “Ele pode ser candidato, sim”, garantiu. Simões explicou que no caso de Lula, nada impede que ele participe da campanha, inclusive de debates em canais de televisão. “Nós entendemos que ele (Lula) tem o direito de participar da campanha. Nada o impede de participar de debates e gravar para programas eleitorais”, disse.

– Ao ser questionado sobre a postura do Judiciário no JUDICIÁRIO caso do ex-presidente, Renato Simões disse desconfiar que há uma espécie de acordo. “Nós entendemos que parte do Poder Judiciário esta politicamente alinhada com o objetivo de tirar o Lula da disputa presidencial”.

A decisão do PT sobre a candidatura de Lula a presidente, segundo Ranato Simões, vai ser tomada no dia 4 de agosto, dia da convenção partidária que definirá as demais candidaturas.

DEBATE – Renato Simões e lideranças da região participaram, ontem, em Rio Preto, de um debate sobre a conjuntura política. No encontro, os petistas falaram sobre a condenação de Lula e a expectativa em torno do processo que envolve o sítio de Atibaia, também atribuído ao ex-presidente.

mais lidas