Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Rojas, do São Paulo, segue sem previsão de retorno; veja o que pensa a comissão técnica

Publicado

em

Atacante voltou a ser relacionado em novembro, mas não tem sido convocado nos últimos jogos

Fernando Diniz não crava um prazo para usar Rojas no São Paulo. O equatoriano voltou a ficar à disposição no fim de novembro, quando foi relacionado para o duelo contra o Ceará, mas não vem mais sendo convocado para os jogos.

Depois da derrota por 1 a 0 para o Corinthians, domingo, na Neo Química Arena, Fernando Diniz respondeu qual é o planejamento para o aproveitamento de Rojas no São Paulo.

– Estamos indo passo a passo. É um cara que está há dois anos sem jogar. Estamos avaliando. Não temos perspectiva clara de quando vai estar à disposição para iniciar um jogo ou ser usado no segundo tempo, em parte do jogo. É um jogador que ainda está num processo de recuperação de adquirir a melhor forma para poder estar disponível para o time e atuar – disse Fernando Diniz.

Rojas em treino do São Paulo — Foto: Divulgação São Paulo

Rojas em treino do São Paulo — Foto: Divulgação São Paulo

 

Rojas não joga há mais de dois anos devido a duas graves lesões no joelho direito. No dia 26 de outubro de 2018, o atacante sofreu uma ruptura do tendão patelar do joelho direito.

Dez meses depois, Rojas teve diagnosticada uma ruptura do tendão quadricipital do joelho direito prestes a retornar aos gramados. Uma nova cirurgia precisou ser realizada, e toda a evolução anterior foi perdida.

Durante este período, o São Paulo deu todo o suporte ao atleta e, inclusive, estendeu o contrato que terminava no meio deste ano. Para que o jogador pudesse mostrar novamente o futebol apresentado em 2018, clube e jogador acertaram um novo vínculo até fevereiro de 2021.

No início de outubro, Rojas voltou a treinar com os companheiros no CT da Barra Funda. Inicialmente, atividades mais leves foram passadas a ele sob supervisão da fisioterapia. Havia muita preocupação sobre a condição física após dois anos de inatividade em nível profissional.

Aos poucos, o atacante foi evoluindo nos treinamentos e cada vez mais participando de combates fortes.

Mas depois de ser relacionado contra Ceará e Bahia, em novembro, Rojas não foi mais convocado para os jogos. Ele ficou fora do banco diante de Goiás, Sport, Botafogo e Corinthians.

.

.

.

GE – Globo Esporte

mais lidas