Diário de São Paulo
Siga-nos
Acidente aéreo

Vídeo: Piloto faz pouso de emergência com a ajuda de paraquedas e avião cai em rua na Bélgica

O incidente foi gravado por testemunhas e compartilhado nas redes

Piloto aciona paraquedas para pouso de emergência de aeronave na Bélgica - Imagem: reprodução Twitter @vincent313
Piloto aciona paraquedas para pouso de emergência de aeronave na Bélgica - Imagem: reprodução Twitter @vincent313

Publicado em 18/07/2022, às 11h28 Mateus Omena


Um piloto realizou um pouso de emergência de um avião em uma rua residencial na Bélgica com a ajuda de um sistema de paraquedas. O episódio pegou os moradores de surpresa na última sexta-feira (15). Testemunhas gravaram a queda da aeronave e compartilharam nas redes sociais.

As imagens mostram o momento em que o avião de pequeno porte sobrevoa a cidade de Sint-Andries, próxima de Bruges, e demonstra certa instabilidade que leva a perda de altitude.

O piloto, cuja identidade não foi revelada, aciona um sistema de paraquedas de emergência e pousa a aeronave de nariz no meio de uma rua, quase atingindo uma van estacionada.

Segundo informações da agência Associated Press (AP), uma testemunha que filmou o incidente alegou ter ouvido duas pequenas explosões, antes da aeronave aterrissar lentamente.

Os moradores do local rapidamente se aproximaram da aeronave que estava pendurada entre os cabos do paraquedas. O piloto foi imediatamente socorrido. Mesmo abalado, ele disse que sofreu apenas ferimentos leves.

Até o momento, não há informações sobre a causa da queda da aeronave.

Nos últimos anos, diversos aviões de pequeno porte passaram a ter paraquedas instalados como medida de segurança. Em caso de falha no motor ou outra adversidade, o piloto pode acioná-los para um pouso de emergência.

Por outro lado, as testemunhas do incidente ficaram assustadas com a maneira como a aeronave chegou ao solo. Normalmente, paraquedas de emergência permitem um pouso horizontal. Mas, no episódio da última sexta-feira (15), a cauda do avião ficou presa nas linhas.

Compartilhe