Diário de São Paulo
Siga-nos

Começa disputa para substituir Boris Johnson: adversários exigem saída

Imagem Começa disputa para substituir Boris Johnson: adversários exigem saída

Publicado em 08/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 13h12 Redação


Cerca de uma dezena de candidatos está de olho em substituir Boris Johnson, que renunciou ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido depois que o Partido Conservador se voltou contra ele. Opositores dizem que o querem fora de Downing Street, a residência oficial e sede do governo, imediatamente.

Nessa quinta-feira, Johnson afirmou que não será mais o líder conservador e primeiro-ministro britânico após renúncias de mais de 50 ministros do governo. Muitos parlamentares de seu próprio partido disseram que o querem fora do cargo.

A disputa para escolher o sucessor – processo que pode levar semanas ou até meses – está em andamento, com figuras importantes e alguns membros menos conhecidos do Parlamento se apresentando.

Enquanto isso, Johnson, derrubado por uma série de escândalos e pela perda de confiança em sua integridade, permanece no cargo, uma situação que os oponentes, e muitos em seu próprio partido, dizem ser insustentável.

“Acho que os parlamentares conservadores precisam se livrar dele hoje”, disse Ed Davey, líder dos Liberais Democratas, à BBC TV. “É ridículo que seja o primeiro-ministro interino. Ele nunca se importou e cuidou de nada em sua vida.”

Principal sigla da oposição, o Partido Trabalhista, também pediu que Johnson saia imediatamente, prometendo realizar um voto de confiança no Parlamento se ele não for deposto logo.

“(Johnson) permanece primeiro-ministro até que um novo seja encontrado, é assim que nosso sistema funciona”, disse o secretário de Educação, James Cleverly, à Sky News.

Agencia Brasil
Compartilhe