Diário de São Paulo
Siga-nos

Quatro bebês! Em caso raro, mulher descobre gravidez de dois pares de gêmeos idênticos

Imagem Quatro bebês! Em caso raro, mulher descobre gravidez de dois pares de gêmeos idênticos

Publicado em 01/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 16h36 Redação


Em caso raro, com chance de 1 em 10 milhões, a cabeleireira Ashley Ness, que vive nos Estados Unidos, foi pega de surpresa ao fazer um ultrassom e descobrir que estava grávida. E como se não bastasse, ela descobriu que está esperando dois pares de gêmeos idênticos

A americana relatou o caso e chamou atenção nas redes sociais com sua história. Ela contou que foi a uma consulta ginecológica para renovar a receita de pílula anticoncepcional e acabou saindo com a notícia de que estava gerando quatro bebês. 

“Eu não sabia nem o que dizer naquele momento”, contou Ashley em entrevista à revista People, que noticiou o caso.

Em entrevista à mesma revista, Ahmet Baschat, diretor do Centro de Terapia Fetal e professor da Universidade Johns Hopkins, explicou que o fenômeno ocorre quando dois óvulos são fertilizados ao mesmo tempo e se dividem. Ou seja, cada dupla compartilha uma placenta.

“É uma gravidez de alto risco”, disse, afirmando que, em anos de carreira, é a primeira vez que se depara com uma gestação assim.

Ultrassom mostra a gravidez rara de Ashley, que surpreendeu ainda mais ao contar que já enfrentou dificuldades para engravidar / Imagem: reprodução Hugo Gloss

A norte-americana de 35 anos contou que ela e o companheiro, Val, têm casos de gêmeos na família, o que ajuda a explicar seu caso.

Os irmãos da mãe dela eram gêmeos, o avô também tinha um irmão gêmeo e a tia deu à luz gêmeos. Da parte de Val, a mãe é gêmea e a irmã possui filhos gêmeos. Ainda assim, Ashley conta que a surpresa foi imensa, pois ela enfrentou dificuldades para engravidar da primeira vez e já sofreu quatro perdas gestacionais. 

Ela, já possui uma filha, Chanel, de 8 anos. E o namorado três filhos: Isiah, de 10 anos, Zayden, de 7, e outro de 24 anos que não mora com o casal, cujo nome não foi mencionado. 

Nos exames, a mulher descobriu que terá dois meninos e duas meninas. À revista, ela brincou: “Vou esquecer quem é quem. Eles vão pregar peças em mim”. Os nomes também estão definidos: as meninas são Chesley e Chatham. Já os meninos, Chance e Cheston. A ideia é seguir a tradição do “CH” na família.

Para ajudar com os gastos, familiares e amigos se mobilizaram e criaram uma espécie de vaquinha online no site GoFundMe.

Segundo a descrição da campanha, a mulher é cabeleireira de meio período e o homem, mecânico de pequenos motores. O pedido argumenta que o custo para criar um filho nos Estados Unidos é de US$17 mil por ano – o equivalente a mais de R$90 mil na cotação atual. A meta da vaquinha é arrecadar US$15 mil, ou quase R$80 mil.

O nascimento dos bebês está previsto para acontecer em outubro. Porém, como é uma gestação de alto risco, os médicos optaram, para garantir a saúde de Ashley e dos recém-nascidos, por uma cesariana, que acontecerá em agosto.

À People, Ashley disse que está muito animada com o que está por vir, mas também “bastante nervosa”.

Apesar do susto, Ashley contou que está feliz com a chegada dos quatro novos integrantes à família / Imagem: reprodução Hugo Gloss

Compartilhe