Diário de São Paulo
Siga-nos

Em Israel, Biden repete apoio dos EUA à solução de dois Estados

Palestinos cobram reabertura de embaixada fechada por Trump

Biden Presidente EUA - Agência Brasil
Biden Presidente EUA - Agência Brasil

Publicado em 14/07/2022, às 20h07 Agência Brasil


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reafirmou nesta quinta-feira (14) o apoio norte-americano a uma solução de dois Estados para o conflito entre Israel e Palestina de décadas, um dia antes de uma reunião agendada com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, em Belém.

A visita de Biden foi recebida com profundo ceticismo por palestinos que dizem que suas preocupações sobre questões como autodeterminação e construção de assentamentos na Cisjordânia ocupada foram postas de lado por uma tentativa de ajustar Israel em acordos de segurança regional com países árabes.

Eles também dizem que Washington não cumpriu as promessas de reabrir o consulado para palestinos em Jerusalém, fechado pelo ex-presidente dos EUA Donald Trump em 2019.

Em declaração após uma reunião com o primeiro-ministro israelense, Yair Lapid, Biden disse que os Estados Unidos querem ver uma "paz negociada duradoura entre o Estado de Israel e o povo palestino."

"Israel precisa permanecer um Estado judeu democrático e independente", afirmou ele.

"A melhor maneira de conseguir isso continua sendo uma solução de dois Estados, para dois povos, ambos com raízes profundas e antigas nesta terra, vivendo lado a lado em paz e segurança."

No entanto, ele não deu detalhes e não falou sobre retomar o processo parado para chegar a um acordo entre os dois lados.

Uma solução de dois Estados com um Estado palestino independente junto ao atual Estado de Israel tem sido a solução preferida da comunidade internacional, mas parece uma perspectiva cada vez mais distante, com oposição de amplos setores da política israelense.

Compartilhe  

Tags