Diário de São Paulo
Siga-nos
investigação

Caso Bárbara: novas imagens revelam mais pistas sobre caso da criança assassinada em BH

O corpo de Bárbara Victória foi velado nesta quarta-feira (3) após ser encontrado sem vida em um matagal na última terça-feira (2)

Novas imagens revelam mais pistas sobre caso da menina encontrada morta após ir a padaria em Belo Horizonte - imagem: reprodução Instagram @belohorizontemg
Novas imagens revelam mais pistas sobre caso da menina encontrada morta após ir a padaria em Belo Horizonte - imagem: reprodução Instagram @belohorizontemg

Publicado em 03/08/2022, às 16h51 Fernanda Viana


Novas imagens de segurança mostram homem, Paulo Sérgio, de 50 anos, caminhando ao lado de Bárbara Victória, menina de 10 anos encontrada morta em Belo Horizonte.

Na gravação, é possível ver Bárbara atravessando uma rua ao lado de um adulto vestido de preto. Ele parece fazer um sinal e a criança para na calçada, deixando ele seguir adiante.

Depois de pouco mais de um minuto, quando o relógio marca 17h53, o homem retorna e eles voltam a atravessar a mesma rua juntos, no sentido oposto.

A Polícia Militar chegou a investigar o suspeito após encontrarem em sua casa um saco de pão semelhante ao que Bárbara havia comprado.

Primeiramente, o suspeito negou ser o homem da filmagem, mas depois de ser desmentido pelo próprio filho, o homem assumiu ser ele e conhecer Bárbara.

O homem afirmou não ter feito nada com a menina e foi liberado por falta de provas.

Bárbara Victória desapereceu após ter ido na padaria à pedido dos pais no último domingo (31). Seu corpo foi encontrado em um matagal próximo ao local, amordaçado e sem o short.

Outras câmeras de segurança registraram Bárbara correndo na frente de um comércio, onde logo depois, dois homens correm na mesma direção que a menina ia.

O corpo da menina foi velado nesta quarta-feira (3). Seu pai pede justiça e a prisão do culpado e critica a soltura do homem registrado nas câmeras.

"Não deveria ter soltado ele. Se achou a sacola de pão na casa dele, os indícios, apontando na filmagem e tudo... Não era pra ter feito isso, era pra ter esperado para ver o que ia achar", falou.

Sobre o assunto, a Polícia Civil disse apenas que "o inquérito policial tramita, sob sigilo, para apurar a autoria, materialidade, circunstâncias e motivação do crime" e que "diversas diligências investigativas estão sendo realizadas".

Confira as imagens das câmeras obtidas pelo G1 aqui.

Compartilhe