Diário de São Paulo
Siga-nos
Agressão à mulher

Em Guarujá, mulher é agredida com violência, desmaia e para na UTI; saiba quem é o suspeito da polícia

Andressa teria passado a noite em um baile da cidade

Andressa foi brutalmente agredida e deixa desmaiada na rua - Imahem:G1
Andressa foi brutalmente agredida e deixa desmaiada na rua - Imahem:G1

Publicado em 28/07/2022, às 13h26 Jair Viana


Encontrada caída numa viela, no Guarujá, a autônoma Andressa dos Santos Freitas está internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santo Amaro, na cidade.

Segundo a Polícia Militar, populares chamaram a corporação quando encontraram a jovem no chão. Ela teria sido agredida e deixada no local.

Em relação ao companheiro dela, os policiais disseram que o rapaz "nada declarou" sobre o ocorrido. Um boletim de ocorrência foi registrado no Distrito Policial (DP) sede de Guarujá, que já começou a investigar o caso.

A mãe de Andressa, Roberta Cristina Neves dos Santos, de 45 anos, contou que a filha e o companheiro, que não teve a identidade divulgada, estão juntos há cerca de dois anos. Ela disse que o casal foi ao conjunto habitacional buscar o filho, de um ano, na casa de uma tia da jovem. A criança teria passado a noite com a parente enquanto os pais se divertiam em um "baile".

Antes de o casal entrar no prédio para pegar a criança, Andressa teria sido agredida pelo companheiro, segundo declarações de moradores à mãe da vítima, que estava desacordada.

"Pessoas do conjunto habitacional me disseram que a viram chegando de Uber junto com ele [o genro]. O carro parou, e ele estava alterado. Bateu a porta com tudo", explicou a mãe de Andressa.

Roberta disse que a filha foi encontrada no chão por uma vizinha e levada à UPA no carro de outro morador. A mãe observou que as testemunhas não viram agressão física e, segundo ela, nenhuma câmera de monitoramento teria gravado o crime.

Após Andressa ter sido encontrada desacordada em uma viela, o companheiro, que sequer subiu ao apartamento da tia da vítima, apareceu "assustado", de bicicleta e vestindo outras roupas, segundo moradores do conjunto habitacional.

Compartilhe