Diário de São Paulo
Siga-nos
Soco fatal

No RJ, homem morre após briga e motivo assusta

A vítima sofreu traumatismo craniano e não resistiu

Cristiano tinha 49 anos e deixou uma filha - Imagem: reprodução TV Globo
Cristiano tinha 49 anos e deixou uma filha - Imagem: reprodução TV Globo

Publicado em 17/07/2022, às 11h20 Vitória Tedeschi


Uma discussão em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, resultou na morte de Cristiano Brazil, que caiu desacordada ao levar um soco do agressor. A briga aconteceu no último domingo 
(10), e a Polícia Civil abriu uma investigação para apurar o caso e encontrar o suspeito.

No último sábado, quase uma semana depois do ocorrido, foi levantada a possível causa da briga: ciúmes. Isso porque, Cristiano, de 49 anos, acabou entrando em conflito com outro homem. De acordo com testemunhas os dois teriam discutido durante a festa, mas a confusão que causou a morte de um deles só aconteceu na saída do evento. 

A namorada de Cristiano deu mais detalhes sobre o que aconteceu."Cristiano achou que o rapaz estava me olhando, foi tirar satisfação. O rapaz falou que não, e ficou naquela. Acabou a discussão entre eles, e eu pedi para irmos embora", disse Cristiane Fátima Ribeiro ao telejornal RJ2, da TV Globo.

No momento em que o casal estava indo embora com mais dois amigos foi abordado pelo mesmo rapaz. "Ele já chegou dizendo: 'vamos tirar nossas diferenças agora'", relembrou Cristiane, que conta ter tentado afastá-lo do namorado, sem sucesso.

A briga verbal foi para combate físico, foi quando depois de um golpe certeiro, que atingiu o rosto de Cristiano, e ele caiu no chão desacordado. Os amigos tentam chamá-lo, mas não obtiveram sucesso. Toda a confusão foi registrada por câmeras de segurança da local. Cristiano chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal Rocha Faria, também em Campo Grande, mas teve complicações e não resistiu. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), testemunhas estão sendo ouvidas pela 35ª DP (Campo Grande), onde o caso foi registrado, e diligências sendo feitas para tentar identificar o autor da agressão que causou a morte de Cristiano.

Compartilhe