Diário de São Paulo
Siga-nos

Popularidade de Biden cai para 36% e iguala recorde negativo; entenda o motivo

Índice de aprovação do presidente norte-americano tem sofrido com alta da inflação, que em junho chegou ao patamar mais alto em 40 anos

Joe Biden discursando em Jerusalém na semana passada - Imagem: Reprodução | Evelyn Hockstein
Joe Biden discursando em Jerusalém na semana passada - Imagem: Reprodução | Evelyn Hockstein

Publicado em 20/07/2022, às 08h44 G1


A aprovação do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a cair para 36%, segundo uma pesquisa de opinião da Reuters/Ipsos. O índice, que havia subido três pontos percentuais na semana passada, se iguala ao recorde negativo registrado há duas semanas e em maio.
O estudo nacional, realizado ao longo de dois dias, foi divulgado nesta terça-feira (19) e apontou que 59% dos norte-americanos desaprovam o trabalho feito por Biden.
Os índices de Biden estão abaixo de 50% desde agosto de 2021 e sugerem que o Partido Democrata pode perder o controle de pelo menos uma das Casas do Congresso nas eleições parlamentares de 8 de novembro.
A popularidade do presidente norte-americano tem sofrido com a alta da inflação, que em junho chegou ao patamar mais alto em 40 anos, em 9,1%. Este crescimento está ligado à invasão da Rússia à Ucrânia, que gerou aumento no preço dos combustíveis, e à pandemia de Covid-19.
Os baixos índices de aprovação de Biden se comparam com os de seu predecessor, Donald Trump, cuja popularidade chegou a estar em 33% em dezembro de 2017.

Compartilhe