Diário de São Paulo
Siga-nos
Ué?

'Vovó do Onlyfans' releva surpresa inesperada após aceitar participar de vídeo numa casa com 12 pessoas

Criadora de conteúdo adulto declarou que não fazia ideia do que tinha assinado

Criadora de conteúdo +18 declarou que não fazia ideia do que tinha assinado - Imagem: Instagram @mishel_meshes
Criadora de conteúdo +18 declarou que não fazia ideia do que tinha assinado - Imagem: Instagram @mishel_meshes

Publicado em 29/07/2022, às 10h48 João Perossi


Mishel Karen, australiana de 49 anos, ficou conhecida como "vovó do Onlyfans" na internet. A criadora de conteúdo adulto, que participou do programa "Casados à Primeira Vista Austrália", fez sucesso na plataforma e gerou bastante engajamento ao divulgar conteúdo novo.

Karen declarou em entrevista à Daily Star que aceitou participar de um espaço de "coworking" de influencers adultos, num Airbnb alugado com 12 pessoas. Embora esperasse que houvesse produção de conteúdo em conjunto com outros atores, Mishel Karen não esperava uma imensa orgia.

E foi isso que aconteceu. Entre homens e mulheres, Karen participou de um sexo grupal com a casa inteira: "Eu estava tipo, 'Eu não me inscrevi para isso.' Eu apenas pensei que, se houvesse outros criadores, poderíamos fazer alguns vídeos. Algum de mulher/homem, ou homem/homem/mulher, o que fosse. Mas sim, eu não sabia que seria uma orgia", declarou a entrevistada.

Porém a atriz declarou que nem tudo foram flores. Os envolvidos tiveram que dar duro para a realização do filme, que possui cerca de 45 minutos: 

"Foi meio trabalhoso também. O vídeo dura cerca de 45 minutos", afirmou, "Alguns dos caras são muito talentosos no que podem fazer. Eu provavelmente estava com quase todo mundo de alguma forma", finalizou a atriz.

Em um evento da indústria, a influencer declarou que produzir pornografia a ajuda a manter estabilidade finaceira, e afirmou que conta com o apoio da família para trabalhar no ramo:

"Meus filhos são realmente solidários. Você não pode me dizer o que fazer de qualquer maneira. Quando meu neto crescer, espero que sexo e sexualidade sejam muito mais abertos e esse tipo de coisa não importe".

Compartilhe