Diário de São Paulo
Siga-nos
Anestesista preso

Em vídeo, anestesista é preso em flagrante após estuprar grávida durante cesárea no RJ

Giovanni Bezerra foi filmado por enfermeiras abusando de uma paciente enquanto a equipe médica se preparava para o parto

Ao ser informado sobre a prisão o anestesista se mostrou surpreso e chegou a perguntar o que havia acontecido - Imagem: reprodução Instagram @portalg1
Ao ser informado sobre a prisão o anestesista se mostrou surpreso e chegou a perguntar o que havia acontecido - Imagem: reprodução Instagram @portalg1

Publicado em 11/07/2022, às 15h19 Vitória Tedeschi


Nesta segunda-feira (11), Giovanni Bezerra, anestesista do Hospital da Mulher em Vilar dos Teles, São João de Meriti, município na Baixada Fluminense - Rio de Janeiro, foi denunciado e preso em flagrante após o estupro de uma mulher enquanto ela estava dopada e passava por uma cesareana.

Ele recebeu voz de prisão da delegada Bárbara Lomba, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher. No momento em que soube que estava sendo preso, o médico disse que não sabia do que se tratava. Quando a policial, então, revelou o motivo e a existência dos vídeos em que ele aparece cometendo os crimes. O criminoso, por sua vez, se mostrou surpreso.

Confira vídeo do momento da prisão abaixo:

A investigação começou após funcionárias da unidade hospitalar filmarem o momento em que o anestesista, que fazia parte da equipe médica que estava realizando o parto, inseria seu órgão genital na boca da paciente.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro abriu nesta segunda-feira (11) um processo para a expulsão de Giovanni: "As cenas são absurdas", diz Clovis Bersot Munhoz, presidente da entidade.

A equipe do hospital vinha desconfiando do comportamento do anestesista há certo tempo e estranhava, por exemplo, a quantidade de sedativo aplicado nas grávidas. Que aparentemente excedia a quantidade normal indicada para aplicação durante trabalhos de parto.

O médico já havia participado de outras cirurgias ao longo do último domingo (10) e por isso, a polícia tenta descobrir outras possíveis vítimas. Ele foi preso em flagrante, com provas audiovisuais do crime, pela Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti e autuado por estupro.

Compartilhe