Diário de São Paulo
Siga-nos

O medo é o mal

O medo é o mal - Imagem: Freepik
O medo é o mal - Imagem: Freepik

Publicado em 29/07/2022, às 08h26 Fernanda Trigueiro


Esses dias em um papo com uma amiga, chegamos a uma conclusão. Fui pesquisar e descobri que estávamos longe de ser as pioneiras da tal teoria. Um dos maiores filósofosdo Estoicismo, o pensador romano Sêneca, de forma muito mais brilhante disse: "As coisas que nos assustam são em maior número do que as que efetivamente fazem mal".  Nosso pensamento não foi tão bem alinhado como o dele. Também não fizemos nenhuma frase que ficará eternizada. Mas concluímos que o medo é o oposto de tudo que é bom. E o medo é uma sensação, um estado, um sentimento ou uma força? Seja lá qual for a resposta, pra nós, é o oposto da vida, do futuro, dos sonhos, da felicidadee até do amor.  

Você pode estar me achando louca. Todo mundo sabe, por exemplo, que o contrário da vida é a morte. Sim! Claro! Mas qual a graça de estar vivo e viver com medo? Quando nos podamos do próximo passo ou deixamos de fazer algo pelo simples fato de temer as consequências, "morremos". Matamos as chances de viver o novo e seguir rumo ao futuro. Então, assim o contrário do futuro também não é só o passado.

Quem fica preso ao que ficou para trás, não sai do lugar e quem sonha, precisa lutar. E para seguir adiante não dá pra pensar muito, não. As chances de encontrar vários "e se" pelo caminho são grandes. "E se der errado?", "e se não sair como quero?". Tomar decisões faz parte da construção dos nossos sonhos. Diria mais, são determinantes pra conseguimos realizar o que desejamos. Se é seu sonho, só depende de você! Pode ser uma viagem a Paris, uma casa na praia, uma promoção no trabalho, ter uma família... pra qualquer novo passo é necessário ser corajoso

E quem tem coragem está mais perto de ser feliz e assim mais perto do amor. Está vendo? O oposto de amar não é só odiar. Na vida não há garantias. E seguir o coração é sim assumir riscos. Amor é movimento e o medo paralisa. Por isso, não esqueça: quem age sentindo medo mesmo fica mais próximo de ser amado. Seja o tipo de gente que arrisca. Corra atrás da sua verdade, não pense no orgulho e vá sempre além. Espero que depois de refletir comigo, você perca um tiquinho do medo e seja o primeiro a dizer "eu te amo". 

Compartilhe