Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Trump cancela festa “eleitoral” que aconteceria em Washington

Publicado

em

Trump cancela festa "eleitoral" que aconteceria em Washington

Presidente planejava encontro em hotel, mas deve aguardar o resultado na Casa Branca

O presidente Donald Trump deveria comparecer ao Trump International Hotel na noite da eleição, mas cancelou os planos e provavelmente estará na Casa Branca, informou o New York Times nesta sexta-feira (30).

Conselheiros disseram ao Times que Trump iria aparecer no hotel em Washington para uma festa na noite da eleição – sua campanha tinha até distribuído várias solicitações de arrecadação de fundos para seus apoiadores. Pelo menos uma das solicitações incluía uma imagem do presidente Trump e da primeira-dama Melania Trump, e as palavras: “Junte-se a nós na noite das eleições”.

“O dia 3 de novembro ficará para a história como a noite em que ganhamos mais quatro anos. Será absolutamente fantástico, e a única coisa que poderia torná-lo melhor é ter você lá”, dizia.

Trump já havia elogiado seus comícios bem frequentados, onde poucos usam máscaras e que, às vezes, precederam novos surtos de infecções por Covid-19.

No mês passado, o presidente realizou uma cerimônia para a então indicada à Suprema Corte, a juíza Amy Coney Barrett, que os especialistas em saúde pública chamaram de “evento superspreader” depois que vários participantes, incluindo o presidente, relataram ter contraído a doença dias após a cerimônia.

A mudança nos planos para a noite da eleição ocorrem porque alguns democratas levantaram questões sobre a “junção” dos negócios de Trump com seu cargo como presidente – e a mudança para sediar um evento em seu hotel em Washington provavelmente reforçaria essas preocupações, aponta o Times.

As preocupações não são infundadas – em 2018, Trump chamou seu clube privado Mar-a-Lago de “a Casa Branca do Sul”, de acordo com o Washington Post .

O encontro também poderia levantar questionamentos acerca da violação das restrições de Washington contra a disseminação do novo coronavírus; por lá, estão permitidas reuniões com, no máximo, 50 pessoas. Além disso, a festa teria que ser paga pela campanha, que vem enfrentando uma crise financeira nas últimas semanas. Procurado, um porta-voz de Trump não quis comentar a decisão.

.

 

.

 

.

 

IG

mais lidas