Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Mundo

Reino Unido declara organização palestina Hamas ilegal

Publicado

em

Reino Unido declara organização palestina Hamas ilegal

Medida deve ser apresentada ao Parlamento na semana que vem

A ministra do Interior do Reino Unido, Priti Patel, disse nesta sexta-feira (19) que o grupo militante palestino Hamas foi declarado ilegal, uma medida que alinha a postura britânica à dos Estados Unidos e à da União Europeia em relação aos governantes de Gaza.
“O Hamas tem recursos terroristas significativos, inclusive o acesso a armamentos variados e sofisticados, além de instalações de treinamento terrorista”, disse Priti Patel em um comunicado. É por isso que hoje ajo para proscrever o Hamas em sua totalidade”.Reino Unido declara organização palestina Hamas ilegalReino Unido declara organização palestina Hamas ilegal

A organização será banida de acordo com a Lei de Terrorismo, o que significa que qualquer pessoa que expresse apoio ao Hamas, hasteie sua bandeira ou organize encontros para a organização estará violando a lei, confirmou o Ministério do Interior, que deve apresentar a mudança ao Parlamento na semana que vem.

O Hamas, cujo nome completo é Movimento de Resistência Islâmica, tem facções política e militar. Fundada em 1987, a organização se opõe à existência de Israel e a conversas de paz, defendendo uma “resistência armada” à ocupação israelense de territórios palestinos.

Até agora, o Reino Unido só havia proscrito as Brigadas Izz al-Din al-Qassam, facção militar do Hamas. Sami Abu Zuhri, uma autoridade política do grupo, disse que a medida britânica mostrou um “viés absoluto a favor da ocupação israelense e é uma submissão à chantagem e aos ditames israelenses”.

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, saudou a decisão em uma rede social: “O Hamas é uma organização terrorista, dito simplesmente. A ‘facção política’ possibilita sua atividade militar”, disse em mensagem no Twiter.

*Com reportagem adicional de Nidal al-Mughrabi em Gaza

.

 

.

 

.

 

Agencia Brasil

mais lidas