Diário de São Paulo
Siga-nos

Três são presos por participação em roubo a joalherias do shopping D. Pedro, em Campinas; outro suspeito morreu baleado

Imagem Três são presos por participação em roubo a joalherias do shopping D. Pedro, em Campinas; outro suspeito morreu baleado

Publicado em 26/06/2022, às 00h00 - Atualizado às 14h16 Redação


Três suspeitos de participação no rouboa duas joalherias do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas (SP), foram presos na madrugada deste domingo (26). Outro homem, baleado, morreu na Santa Casa de Atibaia. Dois seguranças do centro de compras também foram feridos durante troca de tiros com criminosos.

Três suspeitos de participação no roubo a duas joalherias do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas (SP), foram presos na madrugada deste domingo (26). Outro homem, baleado, morreu na Santa Casa de Atibaia. Dois seguranças do centro de compras também foram feridos durante troca de tiros com criminosos.

Resumo:

  • Um suspeito preso em Paulínia após fazer vítimas reféns; comparsa dele fugiu
  • Um casal preso em Atibaia; homem admitiu participação
  • Um suspeito morreu baleado na Santa Casa de Atibaia
  • Seguranças baleados se recuperam no HC da Unicamp
  • Câmera de segurança registra assalto a joalheria do shopping; veja

As prisões ocorreram em Paulínia (SP), onde uma mulher que foi feita refém na saída do shopping foi liberada, e em Atibaia, quando o suspeito que morreu deu entrada na Santa Casa – um casal que estava com ele acabou detido. Nas duas cidades, as prisões foram feitas pelas guardas municipais.

O roubo ocorreu na noite de sábado (25) e gerou correria no shopping, que é um dos maiores do Brasil. O Parque D. Pedro possui seis entradas, cerca de 400 operações comerciais, 15 salas de cinema, centro de convenções e 8 mil vagas de estacionamento.

Segundo a Polícia Militar (PM), os criminosos conseguiram render funcionários das joalherias e pegar produtos. Na fuga, eles deixaram cair uma sacola com joias. A PM não sabia, até esta publicação, se a quantidade recuperada é o total levado nas duas lojas.

Os dois seguranças foram feridos nas pernas e atendidos no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Eles passam bem e devem receber alta, informou a unidade de saúde na noite de sábado.

Armas dos seguranças e de um criminoso que roubo joalherias no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas — Foto: Arquivo pessoal

Armas dos seguranças e de um criminoso que roubo joalherias no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas — Foto: Arquivo pessoal

As prisões

A Guarda Municipal de Paulínia abordou um suspeito, de 39 anos, após receber a informação de que uma mulher, feita refém por dois homens na saída do shopping, foi liberada próximo ao bairro Betel. Com as características, os guardas encontraram um dos homens em um bar.

O homem abordado estava com a chave de um carro modelo HB20 que depois foi localizado no entorno do shopping. Dentro do veículo havia documentos dele. O comparsa dele não foi encontrado.

Enquanto a detenção era apresentada em Paulínia, a corporação recebeu a informação de que outros três suspeitos apareceram em Atibaia. Um deles, um homem de 42 anos com um ferimento a bala no abdome, morreu na Santa Casa.

A Guarda Municipal daquela cidade foi ao hospital e encontrou um rapaz de 29 anos e uma mulher de 25 anos que estavam com o homem morto. O rapaz admitiu participação do crime e apontou que deixou um carro, modelo GM Ônix, perto do Parque D. Pedro Shopping.

A polícia identificou que tanto o Ônix quando o HB20 percorreram rodovias paulistas da capital até o shopping.

Além dos dois carros, um Jeep Renegade, que foi usado pelo casal para chegar em Atibaia, também foi apreendido. Nele, os guardas acharam uma pistola suja de sangue debaixo do banco do passageiro dianteiro.

Compartilhe