Diário de São Paulo
Siga-nos

Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de menina de 6 anos baleada em Carapicuíba, na Grande SP

Helena Guimarães foi morta enquanto estava com o pai em um carro no bairro Jardim Santa Rita, em Carapicuíba, na noite da última sexta

Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de menina de 6 anos baleada em Carapicuíba, na Grande SP - Imagem: Reprodução | Redes Sociais
Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de menina de 6 anos baleada em Carapicuíba, na Grande SP - Imagem: Reprodução | Redes Sociais

Publicado em 02/08/2022, às 08h22 G1


A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (1º) um suspeito de envolvimento no ataque que terminou com a morte da menina de 6 anos baleada em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo, na sexta-feira (29). A detenção ocorreu após a Justiça de São Paulo decretar a prisão temporária do suspeito.

Helena Guimarães foi morta enquanto estava dentro de um carro com seu pai, um comerciante de 36 anos, no bairro Jardim Santa Rita, na noite de sexta. Testemunhas disseram que ouviram os tiros e depois um outro carro passou disparando. O pai da criança também ficou ferido e foi internado.

A Polícia Civil informou que no local havia ao menos 14 balas de pistola. Devido ao alto número de tiros, a hipótese de latrocínio foi considerada improvável, segundo os investigadores. O caso é investigado pelo 1º DP de Carapicuíba.

A menina chegou a ser levada ao Hospital Infantil de Baruericom cerca de três disparos pelo corpo, mas não resistiu aos ferimentos. Já o homem, que não tinha passagem pela polícia, foi levado ao hospital. Seu estado de saúde não foi informado.

O celular da vítima estava dentro do carro e foi apreendido para averiguações. A polícia está tentando imagens de câmeras de segurança para solucionar o crime.

Compartilhe