Diário de São Paulo
Siga-nos
BOLA DE FOGO

Homem se mata pondo fogo no próprio carro; ele queria o mesmo para esposa e filha

Muito revoltado, Djanir entrou no carro com gasolina e acendeu cigarro. Ele virou uma bola de fogo. Ninguém conseguiu salvá-lo

Homem vira bola de fogo - Imagem:metropoles
Homem vira bola de fogo - Imagem:metropoles

Publicado em 06/08/2022, às 13h23 Jair Viana


Aparentemente embriagado, Djanir Luiz Rosa Coutinho, 36 anos,  depois de brigar e ameaçar a esposa e uma filha do casal, em frente ao Conselho Tutelar, ele ateou fogo no próprio carro, usando uma garrafa cheia de gasolina e acendendo um cigarro. O rapaz morreu carbonizado. O fato ocorreu em barra do Turvo, interior paulista.

Segundo relato de populares que estavam no local, a esposa de Djanir já havia registrado um boletim de ocorrência denunciando violência doméstica, ameaças e agressões. A esposa estava com a filha no Conselho Tutelar pedindo proteção á criança. Revoltado, o marido ameaçou uma funcionária do Conselho.

Ao chegar no local, o homem queria levar para o carro a esposa e a filha para que morressem junto com ele. Testemunhas disseram que ele estava “muito alterado”. Algumas pessoas tentaram apagar o provocado, mas nem extintores e mangueiras foram suficientes. incêndio

Compartilhe