Diário de São Paulo
Siga-nos

Boris Johnson renuncia à cargo de primeiro-ministro

Imagem Boris Johnson renuncia à cargo de primeiro-ministro

Publicado em 07/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 09h48 Redação


Boris Johnson, o primeiro-ministro do Reino Unido, anunciou pela manhã de hoje (07) sua renúncia à liderança do Partido Conservador. O partido deverá fazer uma nova eleição interna para escolher um novo líder e, consequentemente, um novo primeiro-ministro, Johnson permanecerá no cargo até a escolha do novo premiê.

“Está clara agora a vontade do partido conservador que haja um novo líder desse partido e, portanto, um novo primeiro-ministro”, disse ele no início de seu discurso.

“Eu concordei com Sir Graham Brady, líder dos parlamentares, que o processo de escolha desse novo líder deveria começar agora e o cronograma será anunciado na próxima semana”, disse. “E hoje eu nomeei um gabinete para servir, como farei, até que um novo líder esteja no lugar”.

A renúncia ocorre após uma intensa crise no governo que fez com que mais de 50 membros deixassem seus postos alegando “falta de confiança” na gestão.

Tudo começou quando se apresentou desculpas ao admitir que cometeu um “erro” por ter nomeado para um cargo de alto escalão Chris Pincher, um conservador que renunciou na semana passada e reconheceu ter apalpado, quando estava embriagado, dois homens, incluindo um deputado, em um clube privado do centro de Londres.

Após afirmar o contrário, Downing Street reconheceu, ainda nesta semana, que o primeiro-ministro havia sido informado em 2019 sobre acusações anteriores contra Pincher, mas havia “esquecido”.

“Então, quero dizer aos milhões de pessoas que votaram em nós em 2019 — muitos deles votaram nos conservadores pela primeira vez — obrigado por esse mandato incrível. A maior maioria conservadora, desde 1987”, declarou o premiê britânico ao finalizar o discurso.

Compartilhe