Diário de São Paulo
Siga-nos
Polêmica

Pabllo Vittar é processada em R$ 1 milhão; entenda o motivo

Até agora, a cantora não se pronunciou sobre o assunto

Pabllo Vittar é processada em R$ 1 milhão, entenda o motivo - imagem: reprodução Instagram @pabllovittar
Pabllo Vittar é processada em R$ 1 milhão, entenda o motivo - imagem: reprodução Instagram @pabllovittar

Publicado em 03/08/2022, às 15h45 Fernanda Viana


Pabllo Vittar é alvo de processo de plágio, que corre na 43ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, pela música "Ama, Sofre, Chora", do álbum "Batidão Tropical" (2021).

O compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva entrou com ação por indenização por danos morais e materiais, alegando que o hit da cantora foi plagiado de sua canção "Amar, Sofrer, Chorar".

Herlomm alega ter a melodia da música registrada desde 2019 em uma plataforma denominada "musicasregistradas.com" e clipe postado no Youtube desde 2020. Segundo ele, as músicas são praticamente idênticas quanto ao título e a sonoridade, como também no sentido literário da canção.

Agora, Herlomm pede um relatório dos ganhos sobre a música de Pabllo Vittar para que ele receba os royalties, e também sua parte em cima de shows, programas de televisão e reproduções de streaming.

Além de Pabllo Vittar, a Sony Music e os compositores Arthur Pampolin Gomes, Arthur Simões Magno Marques, Guilherme Santos Pereira, Pablo Luiz Bispo e Rodrigo Pereira Vilela dos Santos são citados no pedido inicial da ação.

O valor da ação pode chegar a R$ 1 milhão. Além dos danos materiais, no valor correspondente a tudo que a música lucrou, o compositor pede que o valor dos danos morais seja dez vezes maior que os materiais. 

Até agora, Pabllo não se pronunciou sobre o assunto.

Compartilhe