Diário de São Paulo
Siga-nos
Fim de festa

Durante férias, alunos da rede municipal receberam refeições e tiveram lazer; agora é voltar à sala de aula

Por decisão da Secretaria da Educação, neste ano, mesmo após o término do Recreio nas Férias, as refeições continuaram sendo servidas

Alunos tiveram merenda em programa de férias de julho - Imagem:divulgação prefeitura de são paulo
Alunos tiveram merenda em programa de férias de julho - Imagem:divulgação prefeitura de são paulo

Publicado em 28/07/2022, às 16h05 Jair Viana


O programa “Recreio nas Férias”, da Prefeitura de São Paulo, atendeu cerca de 9,5 mil estudantes, fornecendo 47.812 mil refeições durante o recesso escolar, de 11 a 22 de julho.

A Prefeitura ofereceu refeições diárias aos estudantes da Rede Municipal durante o período de recesso escolar. Elas foram servidas em 52 polos distribuídos pela capital onde ocorreu o Recreio nas Férias.

Neste ano, o Recreio nas Férias teve sua 40ª edição. Além das refeições, foram dadas atividades recreativas para crianças e adolescentes de 4 a 14 anos. Ele foi realizado entre os dias 11 a 15 de julho em duas EMEFs, três CECIs, duas associações e 45 CEUs.

Durante o programa, os participantes, que incluíam etudantes da Rede Municipale comunidade em geral, tiveram acesso a três refeições diárias, sendo café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Durante o programa, no café da manhã e no lanche foram servidos pães com proteína, como queijo e carne, sucos e frutas. Para o almoço, o cardápio incluiu itens como carne bovina, carne suína, peixe, frango, ovos, legumes, verduras e frutas como sobremesa.

Como o Recreio nas Férias considera as necessidades das crianças e adolescentes, como o acesso à cultura, lazer, recreação lúdica/cultural, entre outras, durante as atividades de passeios externos foram fornecidos kits lanches, compostos por fruta, sucos individuais e pães com recheio.

Por decisão da Secretaria da Educação, neste ano,mesmo após o término do Recreio nas Férias, as refeições continuaram sendo servidas entre os dias 18 a 22 de julho nos mesmos polos em que foram realizados o programa. Durante este período, os polos de atendimento serviram 45.532 refeições.

Crianças e adolescentes que participaram das atividades e outros interessados da comunidade puderam voltar a esses polos para almoçar, e em seguida levar um kit de frutas para casa 58.959 mil kits foram entregues.

“Garantir a alimentação das crianças durante o recesso é de extrema importância. Segundo o CadÚnico, mais de 415 mil estudantes da rede municipal estão em situação de maior vulnerabilidade. Deste número 328,2 mil se encontram em extrema pobreza. O fornecimento de merenda durante esse período ajudou a diminuir o impacto nas crianças”, afirma a secretária de Educação em exercício, Malde Vilas Bôas.

Compartilhe