Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Mundo

Ex-princesa do Qatar é achada sem vida em sua casa na Espanha e polícia aponta causa da morte

O corpo de Kasia Gallanio foi descoberto pela polícia depois que a filha deu queixa de seu desaparecimento

Publicado

em

Reprodução/Instagram

A ex-princesa do Qatar Kasia Gallanio foi encontrada morta em sua casa, na cidade de Marbella, na Espanha, no domingo (29). As autoridades acharam seu corpo depois que sua filha deu queixa de que não conseguia falar com a mãe durante dias.

Segundo o jornal britânico Mirror, Kasia, 45, estava desacordada em cima de sua cama no momento em que os policiais entraram em sua residência. Ela não apresentou sinais vitais e indícios de violência em seu corpo. Após algumas averiguações iniciais, foi apontado que a vítima teria morrido por overdose de drogas. No entanto, a autópsia ainda não foi realizada para comprovar essa teoria.

A filha de Kasia, que vive em Paris, na França, suspeitou que algo de errado teria acontecido com a mãe depois de tentar fazer inúmeras chamadas telefônicas com ela, mas sem receber nenhum retorno. Conforme os dias foram passando, a jovem ficava cada vez mais aflita com a falta de notícias da mãe, até que decidiu contatar a equipe espanhola alegando um possível desaparecimento de Kasia.

Kasia Gallanio foi casada com Abdelaziz bin Khalifa Al Thani, tio do emir do Qatar. Ele foi ministro do país árabe e se mudou para a França em 1992, onde reside até hoje. Existem suspeitas de que, na verdade, ele fugiu de sua terra natal após liderar uma tentativa de golpe de Estado contra o governante do Qatar na década de 1990.

Abdelaziz se casou com Kasia em 2004 e tiveram três filhas – duas adolescentes gêmeas, de 17 anos, e outra, de 15 anos. Em 2012, os dois se divorciaram e, em seguida, Kasia se mudou para a Espanha, com diferentes passaportes, já que também tinha dupla nacionalidade americana e polonesa. Até então, o processo de separação se mostrava conturbado, pois a ex-princesa lutava na justiça pela guarda das filhas.

Estima-se que um dos motivos para o conflito foi denuncia feita por Kasia contra o ex-marido, acusando o de abuso sexual contra uma das filhas, informou o jornal francês Le Parisien.

Em abril, uma das jovens teria revelado à mãe que foi vítima de agressão sexual pelo pai anos atrás, quando tinha entre 9 e 15 anos. A partir disso, as autoridades do Qatar abriram um inquérito para a investigação da denúncia. O tio do atual emir do Qatar, de 73 anos, negou as acusações e acusou Kasia de ser alcoólatra e sofrer de problemas psicológicos.

Semanas antes de sua morte, Kasia teve a sua solicitação de guarda das filhas negado e ela foi obrigada a fazer um teste psicológico para ser considerada apta a uma novo processo de tutela.

Por outro lado, há indícios de que a ex-princesa teria sido internada em um hospital em novembro de 2021, em virtude de colapsos nervosos e um tratamento de desintoxicação.

mais lidas