Siga nossa Redes

Bastidores

Bastidores – Jair Viana

Dia a Dia

Publicado

em

Bastidores - Jair Viana

INSULTOS

Bate-boca entre vereador Marco Rillo (PT) e Fábio Marcondes (PR), em reunião para discutir as nomeações para cargos nas Juntas Administrativas de Recursos Infracionais (JARIs) desviou o foco do encontro. Os dois trocaram insultos até que o vereador Jorge Menezes (PTB) jogou água benta.

FILHO X TESOUREIRO

A encrenca entre Marcondes e Rillo explodiu quando o petista citou um membro do partido de Marcondes, afirmando que ela havia sido indicado politicamente. Marcondes citou um assessor parlamentar do filho de Rillo, o deputado João Paulo (Psol). Segundo Marcondes, o tal assessor recebe R$ 17 mil por mês sem cumprir escala.

MAIS PRAZO

O Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou recurso da presidência da Câmara de Rio Preto e pôs fim à CPI da Emurb. Agora, para quem tinha prazo até 2020, o espaço ficou pequeno e o relatório pode não ser aceito. Marco Rillo, presidente da Comissão já pediu mais prazo ao TJ.

MITOLOGIA

Nessa sexta-feira (24), Rio Preto recebe mais uma vez o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ele vem para uma visita e contato com correligionário. Na cidade, Bolsonaro vai desfilar pelo centro da cidade para sentir a recepção ao seu nome. O “mito” deve ficar até à noite.

CUMPRIR

Em entrevista exclusiva ao BOM DIA, o ex-chanceler Celso Amorim afirma que as autoridades brasileiras têm obrigação de cumprir a liminar concedida pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que dispute a eleição presidencial deste ano.

VIOLAR

Para Celso Amorim, o descumprimento da liminar poderá colocar o Brasil em situação crítica perante a comunidade internacional. Ele questiona o fato de o descumprimento causar suspeitas: “quem investiria num país que não cumpre tratados internacionais”, questiona.

Publicidade
Publicidade

mais lidas