Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Análise: Palmeiras tem bom desempenho e tira peso antes de mais um “jogo do ano”

Publicado

em

Análise: Palmeiras tem bom desempenho e tira peso antes de mais um "jogo do ano"

Verdão atua bem contra a lanterna do Brasileirão e agora foca na semi da Libertadores

Se já fosse permitida a entrada de torcedores do Palmeiras na Arena Condá, no último sábado, é provável que o grito de “é terça-feira” pudesse ser ouvido no setor visitante em algum momento da vitória tranquila do Verdão contra a Chapecoense por 2 a 0.

O confronto contra o Atlético-MG é, de fato, a principal atenção do clube e dos torcedores neste momento. É mais um “jogo do ano” para o time de Abel Ferreira na temporada de 2021. E o duelo da Chape teve sua importância para o confronto pela Libertadores, além de fazer o Verdão voltar a somar três pontos no Brasileirão.

Com o ataque questionado pela ausência de gols dos centroavantes e uma defesa vazada com uma frequência incomum para os padrões dos últimos anos, o Palmeiras voltou de Chapecó da melhor maneira possível: Luiz Adriano encerrando um jejum de três meses e sem sofrer gols.

Luiz Adriano em Chapecoense x Palmeiras — Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras

Luiz Adriano em Chapecoense x Palmeiras — Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras

Claro que a fragilidade da Chapecoense, última colocada do Brasileirão, favoreceu o Verdão. Mas o ritmo imposto pelos palmeirenses no início da primeira etapa foi interessante. Wesley, em arrancadas individuais, Dudu, em passes quebrando a marcação, e Raphael Veiga, voltando a entrar na área adversária, deram nova dinâmica ao time.

Luiz Adriano, posicionado como 9, fez o dele depois de assistência de Piquerez e poderia ter marcado outras duas vezes se não fossem o erro de Wesley e a defesa do goleiro adversário.

Raphael Veiga e Wesley comemoram o gol do Palmeiras contra a Chapecoense — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Raphael Veiga e Wesley comemoram o gol do Palmeiras contra a Chapecoense — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Em testes na segunda etapa, o Verdão perdeu o ritmo ofensivo e viu seu jogo ficar quase totalmente limitado ao desempenho defensivo nas rebatidas das poucas investidas da Chape. Como o próprio Abel Ferreira admitiu em entrevista coletiva, “pensando mais à frente”.

Na terça-feira, o Verdão recebe em casa o time que fez a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores e que investiu pesado para a temporada de 2021. Atual campeão sul-americano, o Palmeiras precisará da sua melhor versão para bater de frente com o Atlético-MG e manter vivo o sonho do tricampeonato continental.

Voz da Torcida – Leandro Bocca: “Espero que Luiz Adriano tenha espantado a zica”

E essa melhor versão passa justamente por um time mais seguro na defesa, com os meias aparecendo mais em lances de criatividade e com um centroavante decidindo jogos e disputando lances dentro e fora da área. O “treino” de sábado deu certo.

mais lidas