Diário de São Paulo
Siga-nos

Saúde abre campanha de multivacinação em SP de Covid-19 a poliomielite; saiba qual público será atendido

Imagem Saúde abre campanha de multivacinação em SP de Covid-19 a poliomielite; saiba qual público será atendido

Publicado em 06/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 15h56 Redação


A Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria da Saúde, começou nesta quarta-feira (6), uma campanha de multivacinação que pretende atacar de Covid-19 a poliomielite em toda a capital.

A proposta é uma cobertura vacinal que proteja toda a população, incluindo refugiados.

Sobre a vacinação contra Covid-19, segundo a Secretaria da Saúde o alvo são as pessoas que estão aptas para a terceira dose adicional (DA3) e aquelas imunossuprimidas com mais de 40 anos, que tenham tomado a segunda dose adicional (DA2) há quatro meses. A regra vale ainda para a DA2, disponível para pessoas com mais de 40.

De acordo com o esquema adotado, quem iniciou a vacinação com a Janssen, as pessoas com mais de 18 anos de idade podem tomar a terceira dose, dentro do intervalo de quatro meses após a segunda aplicação.

As pessoas com mais de 40 anos também serão atendidas para a quarta dose, obedecendo o mesmo prazo.

Para aqueles que tomaram a primeira dose da Janssen, a quarta dose também está disponível. E, quem tem entre 18 e 39 anos e se enquadre entre os imunossuprimidos pode tomar a vacina.

Para o público acima dos 40 anos com alto grau de imunossupressão, a Secretaria libera a quinta dose. A regra é a mesma em relação ao prazo de quatro meses desde a dose anterior.

GESTANTES

Quanto às gestantes ou puérperas a orientação a ser seguida é que recebam exclusivamente as vacinas Pfizer ou Coronavac. Se a gestante ou puérpera for imunossuprimida deverá tomar somente a vacina da Pfizer.

Vacina da gripe

A vacina contra o vírus causador da gripe, também já está disponível para toda a população com idade acima de seis meses . Por conta do inverno, a Secretaria informa que o objetivo é atingir uma cobertura de 90% com a vacina.

COVID-19

Para ser vacinado contra a Covid-19 ou gripe, a pessoa pode comparecer em qualquer uma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas, das 7h às 19h, além dos megapostos, das 8h às 17h.

Sarampo

Contra o sarampo, os pais de crianças acima de seis meses e menores de cinco anos, devem procurar os locais destinados à vacinação. A mesma recomendação se aplica aos nascidos em 1960.

Poliomielite

Já para vacinação contra poliomielite, a Saúde informa que estão aptas as crianças menores de cinco anos, que não tenham histórico vacinal ou com esquema vacinal incompleto. Além das crianças, adolescentes até 19 anos nas mesmas condições devem se vacinar.

A Secretaria da Saúde informa ainda que viajantes, imigrantes e refugiados de países endêmicos ou em surto, de qualquer idade, sem registro de aplicação, também podem se vacinar. Os dois imunizantes são aplicados nas UBSs e AMAs/UBSs Integradas.

Os pais devem observar que crianças entre 5 e 11 anos de idade não podem receber as doses contra o sarampo e Covid-19 no mesmo dia. Neste caso, a vacina contra a Covid-19 deve ser priorizada e, depois de duas semanas a vacina do sarampo pode ser aplicada.

SERVIÇO

Serviço – Vacinação na capital
6 de julho de 2022 (quarta-feira)
Megapostos: vacinação adolescentes e adultos – Funcionamento das 8h às 17h.
Unidades Básicas de Saúde (UBSs): vacinação crianças de 5 a 11 anos de idade, adolescentes e adultos – Funcionamento das 7h às 19h.
AMAs/UBSs Integradas: vacinação crianças de 5 a 11 anos de idade, adolescentes e adultos – Funcionamento das 7h às 19h.

Os endereços dos postos podem ser consultados na página Vacina Sampa.

Compartilhe