Diário de São Paulo
Siga-nos

Grupo cobra acessibilidade e respeito a deficientes durante passeata em Rio Preto

Em celebração pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Física, lembrado em 4 de dezembro, cerca de 200 manifestantes fizeram uma passeata no centro de

Grupo cobra acessibilidade e respeito a deficientes durante passeata em Rio Preto
Grupo cobra acessibilidade e respeito a deficientes durante passeata em Rio Preto

Redação Publicado em 05/12/2016, às 00h00 - Atualizado às 19h33


Grupo percorreu ruas do centro de Rio Preto na manhã desta segunda-feira.
Representante de conselho fala em falta de respeito com deficientes.

Em celebração pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Física, lembrado em 4 de dezembro, cerca de 200 manifestantes fizeram uma passeata no centro de São José do Rio Preto (SP) na manhã desta segunda-feira (5) para chamar a atenção da população e das autoridades para os direitos dos deficientes. Um conjunto de pagode formado por deficientes visuais fez uma apresentação durante a mobilização.

Entre os pontos abordados pelos manifestantes estão a melhoria da acessibilidade, mais inclusão, respeito aos direitos obtidos pelas pessoas com deficiências, além de mais respeito da sociedade e atenção do poder público.

“A questão das vagas das pessoas com deficiência, que não são respeitadas, a questão da acessibilidade, muitas pessoas não conseguem adquirir produtos ou até ir em busca dos seus direitos porque não há acessibilidade. Falta muito respeito, mesmo. Se colocar no lugar do outro, viver aquilo que a pessoa com deficiência vive para poder se sensibilizar”, afirmou a representante do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência, Joana Pereira.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com o Ministério da Saúde, 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, auditiva, visual, física ou intelectual.

Compartilhe  

últimas notícias