Diário de São Paulo
Siga-nos
Operação Policial

Em vídeo, conflito no Complexo do Alemão apavora moradores: "Cenário de guerra"

O Bope e o Core, grupos de elite das polícias Militar e Civil, chegaram às comunidades ainda no fim da madrugada

Nas redes sociais, representantes da comunidade seguem fazendo a cobertura dos principais acontecimentos em tempo real - Imagem: reprodução Instagram @vozdascomunidades
Nas redes sociais, representantes da comunidade seguem fazendo a cobertura dos principais acontecimentos em tempo real - Imagem: reprodução Instagram @vozdascomunidades

Publicado em 21/07/2022, às 14h31 Vitória Tedeschi


Nesta quinta-feira (21), em ação para o combate do roubo de veículos, de cargas e de bancos, policiais militares e civis entraram em conflito com moradores do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Até o momento, pelo menos cinco pessoas morreram baleadas.

Nas redes sociais, moradores e vizinhos do Complexo descreveram os momentos de terror vividos na manhã de hoje (21) como um "cenário de guerra" com "rajadas de tiros".

"Já estamos no local mais seguro de nossa casa já vai pra quase 1 hora. Os tiros ecoam em nossos ouvidos. É despertador demais, a nossa realidade não é perfeita igual muita gente pinta e ainda dizem "não pagam nada, merecem o que tem", escreveu no Twitter Renata Trajano,cofundadora do Coletivo Papo Reto.

Na ação, foram mobilizados o Bope e o Core, grupos de elite das corporações, assim como 10 blindados e um helicóptero. Só da PM, 400 homens estão na operação.

Até a última atualização desta reportagem, os mortos eram:

  • O cabo Bruno de Paula Costa, atingido no pescoço em um ataque à UPP da Fazendinha;
  • Letícia Marinho de Sales, de 50 anos, baleada dentro do carro — segundo parentes, por um policial;
  • Três suspeitos de crimes em confronto, de acordo com a PM, ainda não identificados.

Em vídeo, moradores do Complexo do Alemão levam mais 2 corpos para a UPA do Alemão. Às 14h32 a operação ainda está acontecendo dentro da comunidade. Veja:

Compartilhe