Diário de São Paulo
Siga-nos
Economia

Taxa de Desemprego em São Paulo Cai para 7,9%

É o menor índice para este período nos últimos dez anos

Taxa de Desemprego em São Paulo Cai para 7,9% - Imagem: Divulgação / Setasc-MT
Taxa de Desemprego em São Paulo Cai para 7,9% - Imagem: Divulgação / Setasc-MT

Gabriela Thier Publicado em 20/05/2024, às 14h33


A taxa de desemprego no estado de São Paulo atingiu 7,9% no primeiro trimestre de 2024, marcando o menor índice para este período nos últimos dez anos. Em comparação com o mesmo trimestre de 2023, quando a taxa de desocupação era de 8,8%, houve uma queda significativa, refletindo uma melhoria nas condições do mercado de trabalho.
A redução do desemprego não foi uniforme em todo o país. No primeiro trimestre de 2024, a desocupação aumentou nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul, enquanto permaneceu estável no Norte e Centro-Oeste. Estados como Bahia, Pernambuco e Amapá registraram os maiores índices de desemprego, enquanto Rondônia, Mato Grosso e Santa Catarina apresentaram os menores.
A pesquisa também revelou que os grupos mais afetados pelo desemprego são mulheres, pessoas pretas e pardas, e indivíduos com ensino médio incompleto, todos acima da média nacional de 7,9%. Em termos de gênero, a taxa de desemprego entre mulheres foi de aproximadamente 10%, comparada a 6,5% entre homens.
No setor privado, 73,9% das pessoas empregadas possuem carteira assinada, enquanto 25,4% trabalham por conta própria. A taxa de informalidade no país atingiu 38,9% da população ocupada entre janeiro e março de 2024. O rendimento médio real mensal habitual dos trabalhadores foi de R$ 3.123 durante o período analisado.
Os setores que mais geraram vagas em São Paulo incluem o comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, além de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas. Estes segmentos foram fundamentais para a absorção da mão-de-obra e a redução do desemprego no estado.

Compartilhe  

últimas notícias