Diário de São Paulo
Siga-nos
COLUNA

As referências bíblicas nas letras de Bruce Dickinson

Bruce Dickinson - Imagem: Reprodução / Robin Lorentz Allard / YouTube - aftonbladet
Bruce Dickinson - Imagem: Reprodução / Robin Lorentz Allard / YouTube - aftonbladet
Marcelo Emerson

por Marcelo Emerson

Publicado em 16/05/2024, às 06h00


Bruce Dickinson já explicou que a letra de “Fingers in the Wounds” é uma crítica aos influencers atuais. Quem conhece a carreira do vocalista do Iron Maiden sabe que ele sempre diz menos do que suas letras podem significar, de modo que é possível identificar outras “camadas interpretativas” na letra de “Fingers in the Wounds”. Referências que vão além daquela exposta por Bruce Dickinson “oficialmente”.

O vocalista volta a utilizar referência do Livro de Daniel no seguinte trecho:

Você anda nos sapatos, com pés de barro

Tal expressão se refere ao momento em que Daniel interpreta um sonho do Rei da Babilônia, Nabucodonosor, em que há uma imponente estátua cujos pés são feitos de barro, que significa a fragilidade de um império, que será destruído.

O refrão acentua ainda mais as referências bíblicas:

Então coloque seus dedos nas feridas e reze para que seja Deus

Trata-se de uma passagem célebre em que o apóstolo Tomé, o incrédulo, duvida que Jesus Cristo realmente ressuscitou dos mortos e, para vencer sua descrença, exige que possa colocar seus dedos nas feridas (chagas) de Cristo.

Em seguida, o refrão traz o seguinte trecho:

Um lance de dados por um pedaço de seu pano

Aqui há referência ao fato que ocorre logo após a crucificação de Cristo, quando os soldados romanos que estão próximos do crucificado pegam suas vestes, partem-nas em quatro pedaços e “lançam sortes” (apostam) para saber quem ficará com os pedaços daquele pano.

Ainda é possível inferir uma referência bíblica no seguinte trecho:

Tire uma pérola de uma ostra e alimente os porcos

Na Bíblia cristã há uma passagem em que Jesus exorta seus discípulos a não julgarem uns aos outros pois, além de serem julgados na mesma medida, haverá hipóteses em que estarão “jogando pérolas aos porcos”.

Por tudo o que foi apresentado aqui, é possível concluir que a “interpretação oficial” dada por Bruce Dickinson na entrevista mencionada no início do texto diz menos do que o vocalista do Iron Maiden quis revelar. E ele já disse diversas vezes que em termos de letras tudo fica mais interessante quando os fãs podem se dedicar a descobrir todos os significados daquilo que ele escreve.

Compartilhe  

últimas notícias