Diário de São Paulo
Siga-nos

Suárez fala em “desprezo” de Koeman no Barcelona: “Chegava em casa chorando”

Dias antes de enfrentar o Barcelona pela segunda vez desde que chegou ao Atlético de Madrid, o atacante Luis Suárez relembrou a sua conturbada saída da

Suárez fala em “desprezo” de Koeman no Barcelona: “Chegava em casa chorando”
Suárez fala em “desprezo” de Koeman no Barcelona: “Chegava em casa chorando”

Publicado em 01/10/2021, às 00h00 - Atualizado às 16h26 Redação


Atacante uruguaio relembra sua despedida conturbada da equipe catalã e também critica o ex-presidente Josep Bartomeu: “Falava que eu era ruim para o vestiário”

Dias antes de enfrentar o Barcelona pela segunda vez desde que chegou ao Atlético de Madrid, o atacante Luis Suárez relembrou a sua conturbada saída da ex-equipe. Em entrevista ao jornal catalão “Sport”, o uruguaio criticou duramente o ex-presidente Josep Bartomeu e o técnico Ronald Koeman. Ele chegou a citar que sentiu desprezo por parte do treinador holandês.

“Ele (Koeman) me mandava treinar no campo 3, campo 4, como se eu tivesse 15 anos. Isso me machucou, me incomodou. Chegava em casa chorando por causa do desprezo”, declarou.

– Não o desrespeitei em momento algum, treinava sempre sem cara de mau apesar de tudo porque sou um profissional. Eu estava procurando uma melhor solução – relembrou Suárez.

Luis Suárez, em treino no Barcelona dias antes da sua saída: "Ele (Koeman) me mandava treinar no campo 3, campo 4, como se eu tivesse 15 anos" — Foto: Miguel Ruiz/Barcelona

Luis Suárez, em treino no Barcelona dias antes da sua saída: “Ele (Koeman) me mandava treinar no campo 3, campo 4, como se eu tivesse 15 anos” — Foto: Miguel Ruiz/Barcelona

O atacante, de 34 anos, afirmou que em sua primeira conversa com Ronald Koeman, o treinador declarou que decisão de dispensar o uruguaio partiu da diretoria do Barcelona. Suárez também criticou o ex-presidente Josep Maria Bartomeu.

– Digo que foi uma mistura (responsáveis por sua saída) porque o presidente (Bartomeu) estava relatando, filtrando que o Suárez era ruim para o vestiário, isso, e aquilo… Vi de tudo na semana antes de voltar a treinar, e aí o Koeman me ligou. Me doeu muito.

Luis Suárez também relatou como foram os dias que antecederam a saída de Lionel Messi do Barcelona. Ambos passaram alguns dias juntos em Ibiza nas férias e, na ocasião, o argentino relatou ao amigo que iria encerrar a carreira no time espanhol. Mas tudo mudou rapidamente.

– Para mim foi um golpe muito duro por causa do que isso significava para Leo. Naquele exato momento, eu não estava lá e fui porque vi o que ele estava sofrendo. O Leo adora o clube, deve muito ao Barcelona. É o melhor jogador da história do clube. Saiu com a incerteza do que aconteceu porque, obviamente, a forma como foi o machucou muito, tudo mudou de uma hora para a outra.

Neste sábado, o Atlético de Madrid encara o Barcelona no Metropolitano, às 16h (de Brasília), com acompanhamento em tempo real no ge. Luis Suárez vai enfrentar o ex-clube pela segunda vez. Na primeira, ele não balançou as redes, e o jogo terminou com empate por 0 a 0.

.

.

.

Globo Esporte

Compartilhe