Diário de São Paulo
Siga-nos

Bethe Correia não bate o peso em despedida do UFC; Ladd quase desmaia

Logo na sua última luta na carreira no UFC, Bethe Correia fez feio na hora de subir à balança. A lutadora brasileira ficou 1,1kg acima do limite de tolerância

Bethe Correia não bate o peso em despedida do UFC; Ladd quase desmaia
Bethe Correia não bate o peso em despedida do UFC; Ladd quase desmaia

Publicado em 01/10/2021, às 00h00 - Atualizado às 16h31 Redação


Brasileira fica 1,1kg acima do limite de tolerância para lutas que não valem cinturão no peso-galo e será multada. Aspen Ladd também não bate o peso, sofre na balança e tem luta cancelada

Logo na sua última luta na carreira no UFC, Bethe Correia fez feio na hora de subir à balança. A lutadora brasileira ficou 1,1kg acima do limite de tolerância para lutas que não valem cinturão no peso-galo (61,7kg), na pesagem oficial desta sexta-feira em Las Vegas. A “Pitbull” bateu 62,8kg e será multada em 20% no valor de sua bolsa de apresentação, que será revertido à sua adversária, a também brasileira Karol Rosa, como punição e condição para que a luta seja mantida.

Bethe Correia posa após ficar acima do limite de sua categoria na pesagem do UFC Marreta x Walker — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Bethe Correia posa após ficar acima do limite de sua categoria na pesagem do UFC Marreta x Walker — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Mas Bethe não foi a única que ficou acima. O peso-leve Mike Breeden e a peso-galo Aspen Ladd também não bateram o peso. A americana foi a que protagonizou o momento mais dramático: aparentou abatimento, tremeu ao subir à balança e quase desmaiou. Seu confronto com Macy Chiasson acabou cancelado.

Os demais brasileiros do evento de sábado, incluindo Rosa, bateram o peso de suas categorias sem problemas – e todos logo no início da janela de duas horas para pesagem. A luta principal, entre Thiago Marreta e Johnny Walker, está confirmada. O Combate transmite o evento ao vivo e na íntegra neste sábado a partir de 16h45 (horário de Brasília).

A PESAGEM

Bethe chegou à sala de pesagem cedo, com menos de 10 minutos de janela, mas com um semblante de preocupação. O comissário demorou a ajustar a balança, até anunciar o valor de 138,5lb, ou 62,8kg, o que significa que ficou 2,5lb ou 1,1kg acima do limite de tolerância para lutas que não valem cinturão no peso-galo. Sua adversária, a também brasileira Karol Rosa, havia se pesado pouco antes e ficou pouco abaixo do limite, com 61,5kg.

Veja a pesagem do UFC Marreta x Walker

Foi apenas a segunda vez que Bethe ficou acima do peso em sua carreira. A outra foi no Rio de Janeiro, em 2019, quando marcou 64kg para a luta contra Irene Aldana. Na ocasião, ela foi multada, a luta prosseguiu e a brasileira terminou finalizada no terceiro round.

Correia não foi a única acima do peso. A peso-galo Aspen Ladd foi a última lutadora a subir à balança, claramente abatida. Ela chegou a se pesar totalmente vestida, apontando 64,2kg. Os comissários trouxeram o biombo para que ela se despisse, mas a americana não conseguia sequer erguer os braços para evitar suspeitas de que estivesse se apoiando no biombo e transferindo peso. Ela tremia muito e quase caiu da balança. Ela também chegou a pedir que trouxessem uma toalha porque usava um absorvente interno e não queria que caísse. Depois de quase 10 minutos de muito esforço, o peso oficial anunciado foi de 62,1kg, quase 1kg acima do limite da categoria.

Aspen Ladd tem problemas para bater o peso no UFC: Marreta x Walker

Também não é a primeira vez de Ladd sofrendo para bater o peso, mas nas vezes anteriores ela conseguiu confirmar o valor limite. Contra Germaine de Randamie, em julho de 2019, ela tremia visivelmente ao subir à balança. Daquela vez, a comissão atlética permitiu que a americana lutasse, e ela terminou nocauteada em segundos. Desta vez, a comissão determinou que Ladd não tinha condições de lutar no sábado.

Aspen Ladd faz cara de dor enquanto se pesa nua por trás de um biombo na pesagem oficial do UFC — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Aspen Ladd faz cara de dor enquanto se pesa nua por trás de um biombo na pesagem oficial do UFC — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

O peso-leve Mike Breeden, que abre o card principal contra Alexander Hernandez, marcou 71,9kg, também1,1kg acima do limite para o peso-leve. Ele também foi multado em 20% no valor de sua bolsa.

Os protagonistas do evento não esperaram muito tempo para confirmar seus combates. Os quatro primeiros a subirem à balança foram logo os lutadores do evento e coevento principais. Thiago Marreta (93,4kg) e Johnny Walker (92,8kg) foram o segundo e o terceiro a se pesarem, com o carioca ficando no limite de tolerância para lutas que não valem cinturão e o fluminense abaixo do valor exato no meio-pesado (93kg). Do coevento principal, Kevin Holland abriu a pesagem e marcou 83,2kg para a luta peso-médio contra Kyle Daukaus, quarto a se pesar, que assinalou 84,1kg.

Dentre os demais brasileiros, Alex Cowboy se pesou bem abaixo do limite para o peso-meio-médio, com 76,9kg, mais leve que seu adversário, Niko Price. O peso-galo Douglas D’Silva (61,2kg) ficou pouco mais pesado que o belga Gaetano Pirrello, e o também galo Johnny Eduardo marcou 61,5kg em seu retorno após três anos sem lutar. Ele ficou pouco mais leve que o mexicano Alejandro Perez (61,7kg).

As encaradas

Após a pesagem, vieram as encaradas entre os lutadores para as câmeras de TV e fotos. A primeira, entre Alejandro Perez e Johnny Eduardo, foi quente: o mexicano quis partir para cima do brasileiro, que não recuou, mas o matchmaker Sean Shelby separou os dois. Já o olho no olho entre Alex Cowboy e Niko Price foi mais divertida: o americano apareceu com um óculos colorido, e o brasileiro com um chapéu de Cowboy, que tirou o adereço para a encarada.

Na luta principal, Johnny Walker tentou esquentar o clima e fazer cara de mau, mas Marreta quebrou sua expressão amarrada ao gesticular como se estivesse com medo. Os dois sorriram e se cumprimentaram.

Thiago Marreta (esq.) brinca e quebra cara de mau de Johnny Walker (dir.) na pesagem do UFC — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Thiago Marreta (esq.) brinca e quebra cara de mau de Johnny Walker (dir.) na pesagem do UFC — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Serviço do UFC Marreta x Walker

Combate transmite o “UFC Marreta x Walker” ao vivo e na íntegra com exclusividade neste sábado, a partir de 16h45 (horário de Brasília) com o “Aquecimento Combate”. O Combate.com e o SporTV3 exibem as duas primeiras lutas ao vivo, e o site acompanha o evento em Tempo Real.

Confira os pesos de todos os atletas:

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Thiago Marreta (93,4kg) x Johnny Walker (92,8kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Kevin Holland (83,2kg) x Kyle Daukaus (84,1kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Alex Cowboy (76,9kg) x Niko Price (77,3kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Misha Cirkunov (84,1kg) x Krzysztof Jotko (84,1kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Alexander Hernandez (70,3kg) x Mike Breeden (71,9kg)**
CARD PRELIMINAR
Peso-leve (até 70,8kg): Joe Solecki (70,5kg) x Jared Gordon (70,3kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Antonina Shevchenko (56,9kg) x Casey O’Neill (56,7kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Bethe Correia (62,8kg)** x Karol Rosa (61,5kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Devonte Smith (70,5kg) x Jamie Mullarkey (70,5kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Douglas D’Silva (61,2kg) x Gaetano Pirrello (61kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Stephanie Egger (61,2kg) x Shanna Young (61kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Alejandro Perez (61,7kg) x Johnny Eduardo (61,5kg)

Todos os atletas tiveram direito a uma libra (0,454kg) em seus pesos, já que nenhuma luta do evento é válida por cinturão.

** Não bateram o peso e serão multados em 20% pela Comissão Atlética de Nevada.

.
.
.
Globo Esporte
Compartilhe