Diário de São Paulo
Siga-nos

Análise: Fortaleza tem 2º tempo avassalador contra Fluminense e reafirma força no retorno

O Fortaleza fez um jogo de alto nível contra o Fluminense, apresentou uma atuação digna de G4 e em nada lembrou o Leão da derrota por 3 a 0 diante do

Análise: Fortaleza tem 2º tempo avassalador contra Fluminense e reafirma força no retorno
Análise: Fortaleza tem 2º tempo avassalador contra Fluminense e reafirma força no retorno

Publicado em 07/10/2021, às 00h00 - Atualizado às 11h52 Redação


O Fortaleza fez um jogo de alto nível contra o Fluminense, apresentou uma atuação digna de G4 e em nada lembrou o Leão da derrota por 3 a 0 diante do Atlético-GO. Lucas Crispim foi o grande garçom da noite, servindo Benevenuto e Titi na medida para os zagueiros marcarem e construírem a vitória por 2 a 0 diante do Flu. Os três tiveram uma grande noite, mas o time todo funcionou e brilhou em conjunto.

Após cumprir suspensão no jogo contra o Dragão, Lucas Crispim voltou entre os titulares para o duelo com o time carioca. Vojvoda optou por uma estratégia com mais homens povoando o meio e dificultando os avanços do adversário pelas laterais. Henríquez e Romarinho começaram entre os titulares.

A proposta do primeiro tempo foi apostar mais na velocidade e dar campo ao adversário. O Leão buscou saídas com os apoios de Pikachu e Lucas Crispim, mas durante o primeiro tempo, o jogo ficou muito disputado pelo meio. Os ataques do Fluminense se concentraram no lado direito do campo e o Fortaleza se mostrou forte em defender esse espaço.

Números do primeiro tempo:

  • Posse de bola: 53% x 47%
  • Finalizações: 4 x 5
  • Faltas cometidas: 7 x 11
  • Precisão dos passes: 84% x 82%
Marcelo Benevenuto comorando o gol - Fluminense x Fortaleza, 24ª rodada do Campeonato Brasileiro — Foto: Andre Durão

Marcelo Benevenuto comorando o gol – Fluminense x Fortaleza, 24ª rodada do Campeonato Brasileiro — Foto: Andre Durão

Mudanças e segundo tempo matador

Vojvoda optou por David e Robson nas vagas de Henríquez e Romarinho para o segundo tempo. A dupla que iniciou o jogo não conseguiu pressionar tanto a saída de bola do adversário e a mudança buscava uma maior ofensividade. O Fortaleza começou intenso e avassalador.

Em dois lances de bola parada, Lucas Crispim serviu primeiro Marcelo Benevenuto, aos 3 minutos, e Titi, aos 14. Com as duas assistências, o jogador passou a liderar o quesito na Série A. Dos quatro gols de Benevenuto, quatro foram assistências de Crispim na bola parada.

O Fortaleza sufocou o Fluminense, que não encontrava alternativas para superar a organização e intensidade coletiva do Leão. Fred chegou a tentar um cabeceio, mas Felipe Alves adicionou uma defesa difícil à conta.

Firme no G4

Se ainda existiam dúvidas, o Fortaleza se reafirmou mais uma vez e mostrou que tem potencial, elenco e técnico com repertório para fazer um segundo turno tão forte quanto o primeiro e carimbar a vaga na Libertadores. O time foi, inclusive, o único do G4 a somar uma vitória nessa rodada.

O próximo desafio é no sábado, contra o Flamengo, na Arena Castelão. Vojvoda não poderá contar com Marcelo Benevenuto e deve planejar mudanças, já que tem um mês cheio de jogos pela frente.

.

.

.

Globo Esporte

Compartilhe