Diário de São Paulo
Siga-nos
CINEMA

Morre Shelley Duvall aos 75 anos, icônica atriz de "O Iluminado"

Shelley tem papéis memoráveis em clássicos como "Nashville" e "Popeye"

Morre Shelley Duvall aos 75 anos, icônica atriz de "O Iluminado" - Imagem: Edição Diário de SP / Reprodução / X (antigo Twitter) @letterboxd
Morre Shelley Duvall aos 75 anos, icônica atriz de "O Iluminado" - Imagem: Edição Diário de SP / Reprodução / X (antigo Twitter) @letterboxd

Sabrina Oliveira Publicado em 11/07/2024, às 13h20


Shelley Duvall, a aclamada atriz conhecida por seu papel inesquecível como Wendy Torrance no clássico "O Iluminado" de Stanley Kubrick, faleceu aos 75 anos em sua residência em Blanco, Texas. A atriz morreu enquanto dormia devido a complicações da diabetes, conforme confirmado por seu parceiro de longa data, Dan Gilroy. "Minha querida, doce e maravilhosa companheira de vida e amiga nos deixou. Muito sofrimento ultimamente, agora ela está livre. Voe para longe, linda Shelley", escreveu Gilroy em uma nota publicada pelo Hollywood Reporter.

Além de sua performance emblemática em "O Iluminado", Shelley Duvall teve uma carreira rica e variada, destacando-se também em seus trabalhos com o diretor Robert Altman. A colaboração entre Duvall e Altman resultou em sete filmes, incluindo "Nashville" (1975) e "Três Mulheres" (1977), pelo qual Shelley recebeu o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes.

A trajetória de Shelley no cinema e na televisão foi marcada por sua versatilidade e talento. Nascida no Texas, ela foi descoberta em Houston por Altman, que a convidou para atuar em "Voar é com os Pássaros" (1970). Sua ascensão foi rápida, consolidando sua reputação com papéis marcantes em filmes como "Onde os Homens são Homens" (1971) e a comédia "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" (1977) de Woody Allen, vencedora do Oscar de Melhor Filme.

No mesmo ano em que enfrentou o terror psicológico em "O Iluminado", Shelley também encantou o público como Olivia Palito ao lado de Robin Williams no filme "Popeye" (1980). No entanto, sua experiência em "O Iluminado" foi notoriamente desafiadora, com relatos de que Kubrick a fez repetir a cena do taco de baseball 127 vezes. "Nunca mais darei tanto de mim. Se você quer sentir dor e chamar isso de arte, vá em frente, mas comigo não", disse a atriz em uma entrevista à revista People em 1981, descrevendo o intenso processo de filmagem.

Apesar de ter deixado Hollywood na metade dos anos 1990, Shelley Duvall retornou às telas após 20 anos para uma participação especial no filme de terror independente "The Forest Hills" (2023). Sua contribuição ao cinema e à televisão é inegável, deixando um legado duradouro que continuará a inspirar e encantar futuras gerações. A atriz será lembrada não apenas por seus papéis icônicos, mas também pela profundidade emocional e autenticidade que trouxe a cada personagem.

Compartilhe  

últimas notícias