Diário de São Paulo
Siga-nos
Relação abusiva

Atriz de "Beleza Americana" desabafa sobre relacionamento abusivo: "Eu era apenas um corpo"

A atriz revelou detalhes de abusos verbais e físicos sofridos na juventude

Atriz de "Beleza Americana" desabafa sobre relacionamento abusivo: "Pesadelo absoluto" - Imagem: reprodução Pinterest @Leo
Atriz de "Beleza Americana" desabafa sobre relacionamento abusivo: "Pesadelo absoluto" - Imagem: reprodução Pinterest @Leo

Publicado em 28/07/2022, às 15h10 Vitória Tedeschi


Mena Suvari, atriz conhecida por sua interpretação de Angela Hayes, em "Beleza America", em entrevista ao The Guardian na última quarta-feira (27) relembrou e desabafou sobre o relacionamento abusivo que viveu aos 17 anos com um engenheiro eletricista que a abusou verbal e fisicamente.

A atriz começou a namorá-lo antes da fama. Ela conta que o relacionamento era sórdido e abusivo, com o ex a ofendendo constantemente. “Eu não estava sendo amada. Eu era apenas um corpo, um receptáculo para seus desejos”, desabafa.

Sem citar nomes, a atriz também revelou que era forçada pelo ex a escolher mulheres para fazer sexo com o casal, o que também incluía mulheres que ela conheceu nos sets de trabalho sem nunca ter se interessado por isso.

"É uma coisa muito confusa quando você sofre abuso sexual, porque parte disso é, tipo, satisfatório. Mas então a outra parte é um pesadelo absoluto, então você fica confusa, não sabe o que é certo", afirmou Mena.

Mais tarde, já após sua fama estourar, ela esbarrou com uma dessas mulheres em uma loja – e admitiu para ela que nunca quis fazer sexo a três.

“Eu disse para ela: 'Quero que você saiba que eu nunca quis fazer nenhuma daquelas coisas'. Ela ficou surpresa e respondeu: 'Ele me disse que você queria fazer isso'. Foi uma grande revelação para mim, [percebi] como eu estava sendo manipulada e não tinha ideia. As circunstâncias foram criadas para mim, e eu era engolida por elas.”

Mena também lamentou não ter conseguido se descobrir sexualmente de maneira saudável, isso porque quando tinha apenas 12 anos foi estuprada várias vezes por um amigo mais velho de seu irmão. E como se não bastasse, o agressor ainda espalhou na escola que ela era uma prostituta após os crimes.

“Isso me tirou a vida. Acho que foi apenas uma confirmação excessiva de que ninguém iria me salvar, ninguém faria nada por mim”, diz na entrevista desta quarta.

No ano passado, a atriz lançou o livro "The Great Peace: A Memoir", onde desabafou sobre todo sofrimento como vítima de abuso sexual e a dependência das drogas. "Eu precisava me expressar. Eu precisava limpar isso para seguir em frente... eu queria muito deixar isso para lá", destacou a artista.

Casada com Michael Hope desde 2018, Mena Suvari continuou trabalhando em filmes e séries, mas também dedicou seu tempo à escrita do livro.

Compartilhe