Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Mulher e amante são condenados a mais de 10 anos de prisão pela morte de gerente de fábrica em Birigui

Publicado

em

Mulher e amante são condenados a mais de 10 anos de prisão pela morte de gerente de fábrica em Birigui

Julgamento durou 20 horas e terminou na madrugada desta sexta-feira (3). Celso Sabino foi morto com um tiro dentro de casa, em 2016.

Após 20 horas de julgamento, os acusados de matar o gerente de uma fábrica de calçados de Birigui (SP) foram condenados a mais de 10 anos de prisão. A audiência começou na tarde de quinta (2) e terminou às 4h45 desta sexta-feira (3).

A mulher da vítima, Silva Passeli, foi condenada a 16 anos de prisão. Já a pena do agente penitenciário José Afonso de Lima, que seria amante dela, é de 14 anos pelo crime. O casal deve cumprir a pena em regime fechado.

No julgamento, os acusados foram condenados por homicídio duplamente qualificado, com motivação de torpe e sem condições de defesa da vítima. Segundo a promotoria, os réus vão recorrer da decisão.

Celso Rodrigo Sabino tinha 38 anos, era marido de Silvia, e foi morto a tiros dentro de casa, no Parque São Vicente.

Familiares dos envolvidos participaram do julgamento em Birigui (Foto: Reprodução/TV TEM)

Familiares dos envolvidos participaram do julgamento em Birigui (Foto: Reprodução/TV TEM)

Conforme o boletim de ocorrência registrado na época, ao chegar ao local a polícia encontrou a mulher da vítima na calçada. Ela disse que havia acabado de chegar de um restaurante com o marido e teria entrado primeiro na casa para ir ao banheiro.

A mulher disse ainda que, de repente, ouviu barulho semelhante ao de fogos de artifícios e, quando saiu para ver o que era, encontrou o marido caído no corredor com um tiro na cabeça. No boletim de ocorrência consta que a mulher disse que o marido provavelmente tinha dinheiro guardado no quarto do casal, mas não soube dizer o valor.

A polícia, no entanto, não acreditou na versão da mulher. Para os policiais, o crime foi planejado por ela e o agente penitenciário. Eles teriam se relacionado durante uma das separações da secretária e da vítima, que mantiveram uma união estável por 10 anos.

Os dois teriam trocado mensagens e mantido contato telefônico antes e depois do homicídio. Além disso, apresentaram incoerências nos depoimentos e as investigações apontaram a participação deles no crime.

Gerente de uma fábrica de calçados, Celso Rodrigo Sabino, foi assassinado em junho de 2016 (Foto: Reprodução/TV TEM)

Gerente de uma fábrica de calçados, Celso Rodrigo Sabino, foi assassinado em junho de 2016 (Foto: Reprodução/TV TEM)

mais lidas