Siga nossa Redes

Sem categoria

GP de Portugal: Hamilton brilha na última volta, supera Bottas e fatura 97ª pole position na F1

Redação

Publicado

em

GP de Portugal: Hamilton brilha na última volta, supera Bottas e fatura 97ª pole position na F1

É até repetitivo, mas Lewis Hamilton mostrou por que é o melhor piloto da atualidade e dos maiores da história. Depois de ser superado pelo companheiro de equipe Valtteri Bottas em quase todo o fim de semana do GP de Portugal e de ver o finlandês praticamente assegurar o primeiro lugar no grid com uma excelente volta em 1m16s754, o hexacampeão brilhou na última tentativa, já com o cronômetro zerado no Q3, e garantiu a 97ª pole na F1, com 1m16s652.

Se vencer neste domingo em Portimão, Hamilton chegará à 92ª vitória na Fórmula 1 e passará a ser o único recordista, superando o alemão Michael Schumacher.

O GP de Portugal de Fórmula 1 começa às 10h10 (de Brasília) deste domingo, com transmissão ao vivo pela TV Globo. A narração será de Cleber Machado, com comentários de Luciano Burti e Felipe Giaffone. O ge também mostra a corrida em vídeo.

Max Verstappen fez um bom treino e ficou em terceiro no grid, a apenas 0s252 da pole position, e Charles Leclerc fechará a segunda fila com a Ferrari. Sergio Pérez voltou a ser o melhor piloto da Racing Point e completou os cinco mais rápidos.

O grupo dos dez primeiros no grid também teve, da sexta à décima colocações, Alexander Albon (RBR), Carlos Sainz Jr. (McLaren), Lando Norris (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri) e Daniel Ricciardo (Renault).

Os três primeiros

HAMILTON: “Não posso te dizer o quão difícil foi hoje! Apenas vi que Valtteri dominou toda sessão, e apenas estive escavando para acnar o tempo… Escolhi dar três voltas para ter uma chance de bater seu tempo”

BOTTAS: “Em último caso, eu poderia ter ido para duas voltas também… teria sido ótimo largar do lado limpo, mas vamos ver o que podemos fazer do segundo lugar.”

VERSTAPPEN: “Estou feliz com o terceiro lugar, a volta foi decente. Não estamos muito atrás. A largada será importante. Sentiremos nossa forma durante a corrida e ver como iremos dali.”

O que você precisa saber?

– Pole position número 97 de Hamilton na F1 e a nona na temporada 2020.

– Pela quinta vez em 12 corridas, Pérez fica no top5 num grid de largada.

Q1 – 18 minutos e cinco eliminados

Bottas foi o primeiro a fazer uma volta competitiva, com 1m17s064, com Norris em segundo, a 0s463, e Pérez 0s565 atrás, em terceiro. Hamlton errou na primeira volta, mas depois melhorou e ficou apenas 0s050 atrás do companheiro, com Leclerc subindo para terceiro.

A sete minutos do fim do Q1, Verstappen se recuperou de um erro na curva 1 para, na volta seguinte, assumir o primeiro lugar, com 0s066 de vantagem sobre Bottas, que tinha baixado sua marca para 1m16s945. No minuto seguinte, Hamilton pulou para a liderança, com 1m16s828. Gasly fez um excelente Q1 e ficou em quarto.

Raikkonen chegou a deixar a zona de corte ao passar Giovinazzi em sua tentativa final, mas Russell conseguiu a 15ª posição na última volta e se classificou. Já Vettel, que chegou a correr risco de ser eliminado, também melhorou na última volta e subiu para sétimo.

Eliminados

16º KIMI RAIKKONEN (ALFA ROMEO)
17º ANTONIO GIOVINAZZI (ALFA ROMEO)
18º ROMAIN GROSJEAN (HAAS)
19º KEVIN MAGNUSSEN (HAAS)
20º NICHOLAS LATIFI (WILLIAMS)

Q2 – 15 minutos e cinco eliminados

Com pneus médios, Bottas já conseguiu 1m16s466 na primeira volta lançada, enquanto Hamilton foi atrapalhado por Vettel em sua tentativa. Na segunda volta, o inglês conseguiu subir para segundo, mas a 0s358 do finlandês. Usando compostos macios, Verstappen fez o terceiro tempo, a 0s630 do líder.

No minuto final, Ricciardo rodou e bateu de leve na proteção de pneus após ser atrapalhado pelo tráfego, mas ainda assim conseguiu se classificar para o Q3 com a última vaga, desbancando o companheiro de equipe Ocon por apenas 0s133. No entanto, os danos no carro de Ricciardo impediram que o australiano participasse do Q3.

O destaque negativo do Q2 foi Sebastian Vettel, que ficou apenas com a 15ª colocação no grid, atrás mesmo até da Williams de George Russell. É a pior sequência de classificações do tetracampeão, que ficou pela sétima corrida consecutiva fora do Q3.

Eliminados

11º ESTEBAN OCON (RENAULT)
12º LANCE STROLL (RACING POINT)
13º DANIIL KVYAT (ALPHATAURI)
14º GEORGE RUSSELL (WILLIAMS)
15º SEBASTIAN VETTEL (FERRARI)

Q3 – dez minutos e disputa pela pole

Bottas abriu a etapa final da classificação fazendo 1m16s986, com Hamilton apenas 0s047 atrás. No finalzinho, o hexacampeão baixou a melhor marca para 1m16s934, mas Bottas foi ainda mais rápido, com 1m16s754. Só que Hamilton fez uma última tentativa e sacramentou mais uma pole position impressionante, com 1m16s652

Verstappen chegou momentaneamente a ficar em segundo lugar antes da última tentativa de Hamilton, mas ficou mesmo em terceiro lugar, com Leclerc e Pérez garantindo as posições restantes no top5.

.
.
.
G1

mais lidas