Siga nossa Redes

Destaque

Ex-diretor divulga suposto áudio sobre denúncia de desvio de material esportivo no Cruzeiro

esportes

Publicado

em

Ex-diretor divulga suposto áudio sobre denúncia de desvio de material esportivo no Cruzeiro

Léo Portela se pronunciou nas redes sociais e questiona investigação do clube

O ex-superintendente de relações institucionais e governamentais do Cruzeiro e atual deputado estadual, Léo Portela, voltou à tona no caso da denúncia de desvio de material esportivo no clube. Em seu perfil no Twitter, o ex-diretor divulgou um vídeo, gravado em seu gabinete na Assembleia Legislativa, no qual apresenta um áudio de um suposto funcionário do Cruzeiro “negociando” uniformes do clube.

A pessoa revela que está com dificuldades de retirar determinado material da Toca da Raposa, mas já havia solicitado os pedidos, revelando ainda que tinha muitas camisas para repassar.

“Essa semana tá meio complicado na Toca, lá. Aí eu tenho que ficar com os meus pedidos. Estou aguardando chegar, entendeu? Eu pedi para ele o seu conjunto M e pedi umas calças G, também. Tô com três e um conjunto P, aí eu estou aguardando, beleza? Estou só repostando, porque eu estou vendendo essas camisas. Camisas têm muitas mas essa calça e a blusa eu não tenho, não, porque está marcado aqui, aí saiu tudo” – diz o suposto funcionário.

No vídeo, Léo Portela recorda que recebeu essas denúncias enquanto ocupava o cargo de superintendente do Cruzeiro. De acordo com ele, o esquema era de conhecimento de muitas pessoas.

– Não apenas chegou através de denúncias aqui na Assembleia Legislativa, mas também é de conhecimento público. Quem trabalha, quem tem proximidade com o Cruzeiro, vários membros da torcida já relataram e conhecem desse esquema.

O deputado estadual faz um questionamento:

– Agora aonde esse esquema chega? Esse esquema, eles querem proteger quem, que isso não pode vir a público? Precisamos levar isso adiante.

Procurado pela reportagem, o Cruzeiro não se pronunciou. No começo de dezembro, quando Léo Portela, deixou pública a denúncia, o clube de manisfestou dizendo que abriu uma investigação e que não havia encontrado “provas robustas que comprovassem tal prática. Confira o posicionamento do Cruzeiro, divulgado no início do mês.

“O Cruzeiro Esporte Clube, através de sua diretoria executiva, confirma que, no mês de junho, recebeu uma denúncia sobre um suposto esquema de desvio e venda de materiais esportivos partindo de dentro do Clube. Então, foi instaurada uma investigação interna, que durou até o mês de julho, para averiguação. A investigação contou com a colaboração do Sr. Léo Portela, ex-Superintendente de Relações Institucionais, que foi o responsável por levar a denúncia à diretoria.

No entanto, após todas as análises feitas, não foram encontradas provas robustas que comprovassem tal prática.

Mesmo sem provas que atestassem irregularidades, a diretoria tomou medidas internas para aprimorar a segurança e o fluxo de solicitação, liberação e utilização de materiais esportivos para todos os departamentos.

O Clube, inclusive, é parte interessada na divulgação de provas por parte do Sr. Léo Portela, já que, como associado, ele tem o direito e o dever de levar aos órgãos competentes os documentos que ele acredita configurarem práticas irregulares e/ou criminosas, que lesem a instituição.

O Cruzeiro também reitera que a saída do Sr. Milton Matos, que serviu o Clube por muitos anos com muito profissionalismo e dedicação no departamento de segurança, se deu apenas por um final de ciclo profissional, não tendo absolutamente qualquer relação com a situação relatada pelo Sr. Léo Portela. Tanto que o ex-colaborador Milton Matos ainda mantém contato cordial com diversos profissionais do Clube, inclusive da diretoria, no dia a dia.”

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas