Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Eterna em um centésimo: Etiene bate chinesa e vira 1ª campeã mundial do país

Publicado

em

Eterna em um centésimo: Etiene bate chinesa e vira 1ª campeã mundial do país

Etiene Medeiros faz 27s14 contra 27s15 da chinesa Yuanhui Fu, que a venceu em 2015, e conquista o ouro nos 50m costas do Mundial de Budapeste

Pioneira. Esse talvez seja o melhor termo para definir Etiene Medeiros. Nesta quinta-feira, ela foi campeã dos 50m costas do Campeonato Mundial de esportes aquáticos, que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. É a primeira mulher brasileira a atingir tal feito. Após um duelo braçada a braçada com a chinesa Fu Yuanhui, a mesma que a venceu por 15 centésimos em 2015, a brasileira deu o troco e ganhou por apenas um centésimo. O tempo foi de 27s14, contra 27s15 da rival. O bronze ficou com Aliaksandra Herasimenia, de Belarus, com 27s23.

– Que prova! Acho que tive várias pessoas ao meu lado para essa prova. Foi uma temporada diferente, estava relaxada desde o início do ano. Fiquei um pouco nervosa na hora, mas foi engraçado, todas as nadadoras me desejavam boa sorte. Estou muito feliz! Foi por pouco, ela (chinesa) é uma ótima adversária. Muito obrigado mesmo – disse a brasileira, que marcou o novo recorde das Américas, superando o tempo que ela mesma tinha feito pela manhã (27s18). É a terceira maior marca da história no mundo.

Etiene Medeiros diz que teve várias pessoas ao lado para a prova de 50m costas

Em 2008, Etiene se tornou a primeira brasileira a ir ao pódio em algum Campeonato Mundial, levando a prata nos 50m costas do Mundial Júnior. Em 2014, foi a primeira mulher medalhista (e campeã) de um Mundial em piscina curta, com o ouro nos 50m costas em Doha, no Catar. No ano seguinte, levou o primeiro ouro feminino da história do país em Jogos Pan-Americanos, com o título dos 100m costas em Toronto, Canadá. Dias depois, foi vice-campeã dos 50m costas no Mundial de piscina longa de Kazan, Rússia, garantindo a primeira medalha feminina do país na história do evento. Ano passado, em Windsor, no Canadá, foi bicampeã mundial em piscina curta.

Etiene Medeiros ouro nos 50m costas em Budapeste (Foto: Al Bello/Getty Images)

Etiene Medeiros ouro nos 50m costas em Budapeste (Foto: Al Bello/Getty Images)

Na semifinal, os resultados já davam um indício que a briga pelo ouro ficaria entre Fu e Etiene. A brasileira fez o melhor tempo da vida com 27s18, e a chinesa ficou só um centésimo atrás. Na decisão, as duas largaram lado a lado.

– Competi com essa chinesa em Kazan, e tive mais uma chance de competir com ela aqui de novo. Foi braçada a braçada. Nos meus últimos 10 metros eu sempre morro. Joguei o corpo e o braço na chegada e dessa vez eu consegui ser mais rápida que ela – comentou a brasileira.

Etiene Medeiros ouro 50m costas mundial natação budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Etiene Medeiros ouro 50m costas mundial natação budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

A partida de Etiene foi um pouco pior que a chinesa, que teve o tempo de reação dois centésimos melhor. Mas, no nado submerso, Etiene já aparecia na frente. As duas faziam uma prova à parte, enquanto o restante lutava pelo bronze. Na chegada, a brasileira bateu um centésimo na frente e levou o ouro.

Etiene Medeiros ouro 50m costas mundial natação budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Etiene Medeiros ouro 50m costas mundial natação budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Com o resultado, são sete as medalhas do Brasil no Mundial de esportes aquáticos. Ana Macela foi bronze nos 5km e 10km, além de ter sido campeã nos 25km, enquanto na piscina vieram três pratas: 4x100m livre, Nicholas Santos (50m borboleta) e João Gomes (50m peito).

Chierighini fica em 5º nos 100m livre

Marcelo Chierigini fica em 5º nos 100m livre do Mundial de Esportes Aquáticos

Marcelo Chierigini fica em 5º nos 100m livre do Mundial de Esportes Aquáticos

O tempo de 48s11 está entalado para Marcelo Chierighini. Pela terceira vez na carreira, ele cravou essa marca, que é o melhor tempo de sua vida. Na final dos 100m livre desta quinta-feira, terminou em quinto lugar. O ouro foi para o americano Caeleb Dressel com 47s17, a prata para o também americano Nathan Adrian, e o bronze para o francês Mehdy Mentella, com 47s89.

– Não gostei da minha prova. Eu fiz a prova que eu queria, passei mais suave, forcei no fim, mas queria ter ido ainda melhor. Tive a chance de nadar para 47s de novo, e não consegui. É frustrante – disse o brasileiro.

Marcelo volta a disputar uma prova no Mundial no domingo, o revezamento 4x100m medley, em que cada país entra em ação com um atleta em cada estilo.

Marcelo Chierighini 100m livre Mundial de Budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Marcelo Chierighini 100m livre Mundial de Budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

mais lidas